Acción Poética e a Poesia Urbana

Nosso dia-dia está repleto de manifestações artísticas, grafite, stickers, intervenções e as mais variadas formas de arte que transformam a paisagem urbana. Mostram-se presentes em nosso cotidiano, como expressões de vozes silenciadas, querendo dizer algo para uma sociedade cada vez mais individualista e hedonista.
É nessa contrapartida que nasce o movimento “Acción Poética” , criado em 1996 pelo mexicano Arnaldo Alamír Pulino, considerado como uma das figuras mais representativas do novo panorama poético. A ação se alastrou pelo México e logo se espalhou pelos países de língua latina, como Chile e Espanha. O movimento consiste em expandir a poesia e o movimento literário pelas ruas, transmitindo amor e beleza através de frases poéticas escritas em paredes, sendo considerada como o “fenômeno literário de mural”, já ultrapassando 3.500 muros escritos em Monterrey, sua cidade de origem.
Poesia urbana numa abordagem diferente e interessante, com o princípio de não ter aprovação do público, mas de desafiar sua reação. Uma verdadeira intervenção coletiva para transmitir mensagens otimistas, pensamentos amorosos e filosóficos, com sutileza e delicadeza.


Continue Reading

FashionHunt: Óculos Redondo

Sucesso absoluto na década de 70, os óculos redondos voltaram com tudo em 2012. Além das tradicionais armações de ferro, que lembram o movimento hippie e John Lennon, os óculos agora ganharam versões mais modernas e para todos os gostos. A melhor parte dessa tendência, que vale para homens e mulheres, é a falta de restrições quanto ao formato do rosto de quem a usa. Vale para todos! Agora é só achar o que mais te agrada entre tantas opções.

Continue Reading

Os meninos de Martin-Jan van Santen

Martin-Jan van Santen é um holandês que nasceu em uma família criativa: Seu pai era um vigário na igreja local e seus dois irmãos se tornaram músicos profissionais. Descobriu a pintura em 2007, e logo se apaixonou pela estética do nu masculino, principalmente pelos músculos, com grande entusiasmo e amor pelo sujeito,Martin retrata a juventude masculina de um jeito sensual e fascinante, que nos demonstram sutileza e fragilidade expostos além dos corpos desnudos.

Continue Reading

Conheça o som de Yodelice

Há algumas semanas em uma das minhas expedições pelo Youtube me deparei com o cantor Maxim Nucci  a.k.a Yodelice, fazendo uma versão acústica de seu single “Free”, não sei o que me cativou mais, se foi seu estilo folk ou a maquiagem triangular em seu rosto, só sei que fiquei intrigado e fui correndo baixar o seu primeiro álbum  intitulado Tree of life (2009). O álbum passeia entre o folk e o pop, mas o que chama atenção são os temperos orientais que acompanham cada arrancho, levando o ouvinte a uma viagem digna de um dos contos de Xerazade. A carreira desse francês de 33 anos não se restringe apenas a musica, em 2004 ele atuou no filme Alive, do diretor Frédéric Berthe e em 2010 no longa Les Petits Mouchoirs com sua amiga Marion Cotillard. A amizade de Yodelice com Marion rendeu algumas participações da atriz durante a turnê, além de uma participação mais que especial no clip “More Than Meets The Eye”, primeiro single de seu segundo álbum Cardioid(2010).

Invasão Americana, The Road to London

The Road to London trata-se de uma série fotográfica/publicitária do canal norte-americano NBC para promover a transmissão dos Jogos Olímpicos de Londres. Com muita criatividade, a série demonstra alguns dos atletas das principais federações esportivas do país atravessando a famosa Abbey Road, ícone da cultura pop britânica, imortalizada pela célebre capa do disco dos Beatles. Todos em busca do maior número de medalhas de ouro, é claro!

Continue Reading

O imaginário animalesco nas ilustrações de Deedee Cheriel

Cheriel ‘Deedee‘ Nalini é uma artista visual que começou a criar capas de discos e camisetas para a cena musical de Oregon nos anos 90′. Nascida na cidade hippie de Eugene, Oregon, começou sua própria banda e gravadora com 19 anos de idade. Estudou em vários países, como: Honduras, Chile, Inglaterra, Portugal, Espanha e Índia. Agora residente em Los Angeles, seu trabalho explora narrativas que reconhecem a urgência e conflitos em nossas constantes tentativas de se conectar ao mundo. Com influências como Oriente imaginário, templos indiano e punk rock, suas imagens são indicações de como tentamos nos conectar com os outros e como esses esforços satíricos e heróicos são episódios de compaixão e desconforto.

Continue Reading