A onda do Vampirismo

Não é apenas da saga Crepúsculo que vive o fantástico universo do vampirismo, a produção mainstrean estrelada por Robert Pattinson deu visibilidade e transformou a temática em mania mas  outras produções entraram na onda, de séries a filmes. O que não falta é filme de vampiro sendo feito hoje em dia, não é mesmo?
A cultuada série True Blood entrou na sua terceira temporada e promete ainda mais mistérios, The Vampire Diaries estréia sua segunda temporada em setembro. Essas séries geram milhões ao transformarem tudo relacionado a série em produtos, de garrafas de True Blood à bonecos. O BLCKDMNDS vai lhe mostrar agora algumas das produções vampirescas pra esse ano:

Daybreakers:

Daybreakers, ou 2019 – O ano da extinção, título em português, é um filme de ficção científica, futurista e vampírico, tem uma trama ótima e com um teor bastante fatalista: um vírus transforma boa parte da população mundial em vampiros, a pequena parcela da população sobrevivente virou gado em instalações de coleta de sangue para manter a maioria viva. O filme é dirigido e escrito pela dupla Michael e Peter Spierig, os mesmos de (Canibais). Tem estréia para agosto, direto em DVD.



Suck:
Suck é um musical, em forma de comédia satírica, tem a participação especial de nada mais, nada menos que Iggy Pop, Alice Cooper, Moby e o ator do clássico Laranja Mecânica Malcon McDowell. Conta a história de Suck que acompanha uma banda fracassada de roqueiros, que se chama The Winners, a banda não consegue nenhum ganho até encontrar uma nova vocalista, que se torna vampira.
Dirigido por Rob Stefaniuk, foi lançado no festival de cinema de Toronto em 2009, mas ainda não chegou as telonas.

I Kissed a Vampire:
Originalmente uma web-série transmitida pelo myspace, I Kissed a Vampire – A Rock Musical, estrelada por Lucas Gabreel, de Hight School Musica  e Dew Seeley, virou filme, estreou em junho no festival de cinema de Seatle com 17 canções inéditas, previsão de lançamento no cinema para o segundo semestre. O filme foi associado a uma mistura inusitade Crepusculo e Glee, mas já conquistou fãs com a web-série do itunes. É esperar pra ver.

Twinklight:
Conhecido como a versão gay, satírica e pornô da famosa saga de Twiligt (Saga Crepúsculo), Twinklight causou polêmica ao fazer paródia da saga vampiresca mais famosa da atualidade, os produtores garantem que os protagonistas (pornstars) se parecem com os personagens famosos da franquia original. Quem tem mais de 18 anos pode assistir ao trailer do filme aqui.

Being Human:

Being Human é uma série da BBC Three, que estreou em janeiro de 2009, mas ainda é pouco conhecida, mistura o mito de espírito, lobisomem e vampiro ( o que as outras séries também fazem) de uma maneira bem interessante, os três tentam viver seu cotidiano de forma natural e normal, convivem com pessoas que nem fazem idéia da sua real identidade. A trama é baseada na cidade inglesa de Bristol, e pode ser considerada uma série de comédia dramática. Pra quem gosta de um humor sarcástico tipicamente inglês.

E aí, tá pronto pra entrar na onda do vampirismo?

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LNUS

Felipe Pedroso, é historiador, curador, pós-graduado em História, Arte e Cultura e especialista em Museografia e Patrimônio Cultural, dentre seus trabalhos, foi colunista web da Revista Trip e TPM e atualmente coordena o núcleo cultural do maior museu histórico a céu aberto do Brasil.

Comments on Facebook