#OCUPEESTELITA

10329870_10203910785349583_5550998255032379933_o
Screen-Shot-2014-06-02-at-10.25.20-PM

O desejo de uma cidade acolhedora e pensada em seus habitantes tem mobilizado o Recife e chamado a atenção da mídia nacional e internacional e despertado o desejo de uma cidade melhor em muitos brasileiros. No ultimo dia 21 de maio deste mesmo ano O consórcio ‘Novo Recife‘ formado pelas construtoras Moura Dubeux, Queiroz Galvão, G.L. Empreendimentos e Ara Empreendimentos iniciou, na calada da noite, a demolição dos armazéns que ficam dentro do terreno de 100 mil m² à margem do rio Capibaribe, no bairro histórico de São José, centro do Recife. A demolição foi embargada pelo Iphan (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) porque os galpões estão no perímetro do sítio histórico.
A ocupação completou no último dia 04 (quatro) de junho, quarta-feira, duas semanas e já conta com uma população fixa de aproximadamente 100 ocupantes que se dividem em tarefas e responsabilidades para manutenção e melhoria do local e condições de convívio.
Screen-Shot-2014-06-02-at-10.25.55-PM
A ação de demolição dos galpões de açúcar abandonados seria para a construção de 12 torres com 40 andares que fazem parte de um projeto com custo calculado em R$ 800 (oitocentos) milhões de reais (8 torres residenciais, 2 empresariais e 2 flats) formando assim uma ilha de luxo às margens do Capibaribe.
A área do Cais José Estelita pertencia a RFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A) e foi arrematada em 2008, em leilão, por R$ 55 milhões, pelo consórcio ‘Novo Recife’, leilão este que é objeto de cinco ações judiciais que questionam sua legalidade. Continue Reading

A caça aos cobogós

1505428_704447492953424_600031085717074479_n
10247338_705248036206703_7209152879574040180_n
1185002_568208506577324_1761967071_n
O projeto Dingbat Cobogó é uma fonte digital criada pelo designer e produtor cultural Guilherme Luigi baseado na pesquisa Cobogó de Pernambuco do designer, fotógrafo e pesquisador Josivan Rodrigues.
Em sua primeira fase apresenta 36 símbolos em versão positiva e negativa. Disponibilizada gratuitamente no site do projeto para download, podendo ser utilizada em qualquer programa com editor de texto.
Explicado o projeto chegou a hora de falar da segunda parte do mesmo: a caça aos cobogós. Continue Reading

Como os exércitos do mundo são alimentados em campo de batalha

As rações para uso das forças armadas foram criada pela cavalaria do exército norte-americano em 1935, não como a conhecemos hoje, mas em espécie de barra. O processo de pesquisa na campo da química e os avanços tecnológicos no ramo alimentício ao longo do tempo propiciaram para chegarmos às rações como conhecemos hoje. Usadas em campo de batalha ou em treinamento, os alimentos são hermiticamente embalados e possuem um alto nível de conservação. Conhecidas no Brasil como ração R2, as refeições podem ser encontradas em diversos sabores, sopa de legumes, strogonoff de frango, arroz, e outros sabores em lanches, café da manhã, ceia e almoço, que para minha surpresa, foram encontradas à venda pelo site Mercado Livre.

Não se sabe exatamente a autoria desse projeto, mas a ideia é simples, mostrar a variedade de cardápio (ou não) dessas refeições e suas peculiaridades em exércitos pelo mundo. Obviamente cada país emprega parte de sua culinária típica nas refeições, a alemã por exemplo você encontra variações em pó (basta adicionar água) de goulash com batata e cerejas azedas em compotas de damasco, na canadense cuscuz vegetariano, na francesa carne de porco ao estilo crioulo e creme de pudim de chocolate e os de Cingapura um cardápio restrito à macarrão de galinha com cogumelo e manjericão.

Alemanha

ali1

Canadá

ali2

Estados Unidos

ali3

França

ali4

Continue Reading

Criações de Fabio Zambernardi ganham destaque em editorial da LOVE Magazine

Fabio Zambernardi, designer diretor da Prada e da Miu Miu não poupou criatividade na hora de criar o figurino para a peça Don Giovanni de Filippo Timi. Tanto empenho e dedicação renderam ao novo figurinista algumas paginas de destaque na nova edição da LOVE Magazine. Irônico, atrevido, colorido, pop! essas poderiam ser algumas das formas de descrever os cliques assinados pelo fotografo Tim Walker.

LOVE-Magazine_Fabio-Zambernardi_01

LOVE-Magazine_Fabio-Zambernardi_02

LOVE-Magazine_Fabio-Zambernardi_03 Continue Reading

Um retrato das ruas do Senegal por Anthony Kurtz

Untitled (Girls Playing)

Uma abordagem honesta e documental, é assim o trabalho do fotógrafo Anthony Kurtz em sua série de retratos de rua do Senegal. Usando luz natural sem flash, Kurtz cria uma atmosfera única e conta-nos através de suas lentes uma história que desperta a curiosidade. Um olhar apurado e sensível que foge ao usual retrato dramático em preto & branco da miséria e da fome em solo africano. O cotidiano como ele é, sem mais, nem menos.

Untitled (Boy with Cattle #2 )

Untitled (Fishing Boy)
Continue Reading

O quadro Nighthawks de Edward Hopper e suas releituras

nighthawks_by_gulliver63-d58czxh

3637568156_a89a468dc5_o1

Nighthawks  Edward Hopper

Dono de uma obra altamente original, Edward Hopper transmitiu através de suas pinturas, uma visão inquietante da vida moderna americana do XX, na qual enfatizou sobretudo a solidão e o isolamento do homem no ambiente urbano e registrou a experiência da realidade cotidiana, com sua trágica banalidade. Nighthawks (Notívagos, 1942) não é apenas seu quadro mais conhecido, como também é sua obra-prima, expressando com extrema sensibilidade a solidão e o isolamento da humanidade. No quadro, podemos perceber que suas já solitárias ruas ficam ainda mais solitárias à noite. E o espaço vazio, ainda mais inquietante quando preenchido pela escuridão. Os notívagos refugiam-se em um bar qualquer de Nova York. As mãos do casal quase se tocam, embora eles não se olhem e nem se falem, criando um efeito de estranho isolamento. A pintura foi feita em 1942, contudo poderia muito bem ser uma representação de nossa geração, no lugar de um bar teríamos um starbucks e o efeito de isolamento se daria pela desconexão humana causada pelo uso das redes sócias. Justamente por representar o crescente distanciamento humano é que a obra se mantém atual e ganha frequentes releituras, adaptações, reinterpretações, atualizações e paródias. Muitas delas fazem referência a cultura pop, se apropriando de figuras históricas, celebridades, filmes e desenhos. Enquanto outras assumem um ar mais irônico e as vezes politizado e se propõem a romper e perturbar com a inércia dos personagens originais.

Continue Reading

Irmãos recriam divertidas fotografias antigas de família

tumblr_mzoc1jEEGd1tqwiido1_1280

Joe Luxton e seu irmão achou que seria uma ideia engraçada recriar algumas fotografias antigas da família e transformá-las em um calendário para a sua mãe de presente de Natal. O resultado são imagens super divertidas dos irmãos barbudos já crescidos reproduzindo as cenas de quando crianças. Eles se esforçaram para fazer as mesmas poses e expressões facias, e também as roupas e objetos na cena. Seu pai e o cachorro da família também aparecem nas fotos. Joe, que é designer, criou o Tumblr intitulado Then/Now para divulgar os resultados.

tumblr_mzobmc1EOZ1tqwiido1_1280

tumblr_mzoc2byDFL1tqwiido1_1280

tumblr_mzobo3wbr91tqwiido1_1280

Continue Reading

Super heróis representados em hieróglifos egípcios por Josh Lane

Hero-Glyphics-By-Josh-Lane-7

O Designer Gráfico e Ilustrador Josh Lane criou uma série de ilustrações chamada “Hero-Glyphics”, onde traz personagens da cultura pop, os super-heróis transformados em hieróglifos egípcios, em poses características das pinturas antigas, com o rosto de perfil, corpo de frente, ajoelhados ou em pé. Personagens de Star Trek, Power Rangers, Kick Ass, Tartarugas Ninja, X-Men, Homem Aranha e Os Vingadores. Josh diz que seu amor pela arte egípcia antiga e super-heróis inspirou o seu trabalho.

Hero-Glyphics-By-Josh-Lane-6

Hero-Glyphics-By-Josh-Lane-5

Continue Reading