Imagens de Brasília em 1966

cq5dam-web-1280-1280-6

cq5dam-web-1280-1280

Brasília é uma cidade que levanta debates polêmicos em relação a sua arquitetura, existem muitos que apoiam o projeto e muitos que são contra. Nos anos 1960, acreditava-se que a cidade teria um grande potencial de desenvolvimento ou que entraria em um processo de auto destruição. Cesare Casati, um fotográfo italiano, veio ao Brasil em 1966 e registrou imagens de Brasília, as quais foram posteriormente publicadas na revista de arquitetura Domus.  Cesare diz que a primeira impressão da cidade causava grande choque, o tipo de choque que está sempre envolvido com o progresso, fazendo-nos sentir despreparados: um sinal que a realidade muda mais rápido do que somos capazes de absorver.

Continue Reading

As estampas icônicas e divertidas da marca Quiche

“É como se nós levássemos nossas referencias favoritas de cultura pop para jantar”, assim os donos da marca de camisetas Quiche, João Rodolfo e Rodrigo Cavalheiro, explicam da onde saem as inspirações na hora de criar estampas que misturam duas referências totalmente opostas e que acabam tendo uma conversa esteticamente harmoniosa.

desktop8

Apenas com pouco menos de um mês de lançamento, a marca surgiu após os dois parceiros terem uma noite regrada de catuaba e conversas filosóficas sem sentido. João, 22 anos, estudante de Marketing, e Rodrigo, 23 anos, estudante de Design, começaram a trocar ideias sobre quais rumos tomarem profissionalmente com pouco menos de dois anos para ambos se formarem em suas respectivas faculdades. “Começamos a conversar sobre diferentes ideias que nos ajudariam a desenvolver nossos portfólios e foi daí que surgiu a ideia da quiche”. João cuida da parte de desenvolver as estampas, assim como a distribuição e confecção, já Rodrigo responsabiliza-se pela identidade visual da marca.

14787443_1273274172724114_650284775_o

“Antes de a ideia surgir, ambos já tínhamos várias criações espalhadas pelo Tumblr, com o intuito de simples compartilhamento. Foi a partir disso que pensamos em transformar essas inúmeras concepções em empreendimento. A internet atualmente possibilita muito disso; diferentes plataformas têm ajudado muito a minha geração na hora de espalhar trabalhos e conseguir reconhecimento… é demais!”.

A personalidade da marca vem de dois personagens, Babe Walker, surgida em 2010, que ficava reclamando do seu terapeuta no Twitter, e da menina mimada e egocêntrica Ja’mie King, da série Private School Girl. “A Quiche é uma pessoa com um humor totalmente irônico e despojado, ela dá bola para assuntos sérios, mas prefere fingir que não, prefere irritar, de uma maneira tolerável, é claro.”.

joao-1

Quiche, ainda nova mercado, está atuando no Instagram, com uma coleção que mistura o desenho “Sailor Moon” com o reality show incrível das “The Real Housewives”. “Estamos com planos de fazer outra coleção que mistura It Girls com seitas satânicas. Também estamos trabalhando em maneiras de produzir conteúdos para a página da marca no Facebook, que muita gente pediu.”.

Para acompanhar e fazer parte desse universo é só a Quiche nas redes sociais.

“Esperamos inspirar nossos amigos e outras pessoas de diferentes cenários a colocarem em pratica seus projetos, através de um trabalho colaborativo e aproveitar da melhor maneira possível o que a internet nos dispõe de armas de divulgação e desenvolvimento”.

Not Art – Pinturas Clássicas revisitadas pelo design geométrico

arte1

Mash-up art é uma categoria de arte que se popularizou pela web, das reinterpretações das Princesas Disney viralizadas a exaustão à pôsteres do cinema, dentre tanta informação e arte de gosto duvidoso, eis que surge o projeto de design Not Art, encabeçado pelos artistas e designers Tamer AlMasri e Mothanna Husseinm que buscam nesse projeto, combinar linhas e formas simétricas e justapô-las com pinturas clássicas do passado. Um exercício lúdico que em alguns casos, mostra a relação de formas e em outros simplesmente recriam uma bela obra de arte, a seu modo, é claro, dando a esses produções um novo significado.

arte2
Continue Reading

Instalações de arte em papel por Felipe Sepúlveda

felp1

felp2

Quem acompanha o BLCKDMNDS sabe do nosso apreço pelas artes manuais, principalmente as mais minuciosas, é o caso do trabalho do artista chileno Felipe Sepúlvuda, que propõe uma instalação de arte desenvolvida a partir de três superfícies de papel cortadas manualmente (39 x 117 centímetros de cada superfície de papel). Das mesmos silhuetas de papel constrói uma paisagem rural inspirada pela geografia chilena, especificamente as paisagens de beira de estrada que cortam o país. Seu principal interesse por esse projeto é explorar as possibilidades de materiais de papel e a sua bidimensionalidade em condição tridimensional. Usando recursos como luz, sombra e um intenso trabalho manual que envolve o corte de milhares de miniaturas, tenta produzir cenas semelhantes ao original, fornecendo novas perspectivas espaciais e temporais. Simplicidade, originalidade e um trabalho de encher os olhos!

Continue Reading

A caça aos cobogós

1505428_704447492953424_600031085717074479_n
10247338_705248036206703_7209152879574040180_n
1185002_568208506577324_1761967071_n
O projeto Dingbat Cobogó é uma fonte digital criada pelo designer e produtor cultural Guilherme Luigi baseado na pesquisa Cobogó de Pernambuco do designer, fotógrafo e pesquisador Josivan Rodrigues.
Em sua primeira fase apresenta 36 símbolos em versão positiva e negativa. Disponibilizada gratuitamente no site do projeto para download, podendo ser utilizada em qualquer programa com editor de texto.
Explicado o projeto chegou a hora de falar da segunda parte do mesmo: a caça aos cobogós. Continue Reading

Realidades virtuais e Simulação no trabalho de Mark Dorf

dorf0

dorf01

Graduado em Fotografia e Escultura na Faculdade Savannah de Arte e Design, o jovem artista de Nova York, Mark Dorf, possui um trabalho instigante e extremamente pertinente – trazendo à tona toda uma discussão em torno do cyberspaço e de realidades virtuais. Seus trabalhos examinam a relação humana com essas realidades fabricadas em contato com paisagens físicas, usando da fotografia e da escultura para se expressar. Dentro das imagens que ele se concentra, usa da forma geométrica e sintética para contrastar contra a paisagem em que se manifestam. Concentrando-se na paisagem e nossa linguagem digital moderna para entender a digitalização do ambiente.

dorf1
Continue Reading

Projeto de design propõe alimentação sustentável por Marion Luttenberger

good1

good2

good3

A colaboração entre a fotógrafa Marion Luttenberger e sua amiga Briony resultou num trabalho super bacana para a empresa de alimentos de Vancouver Goodforks, a série de fotos apresenta alimentos, como frutas e legumes cortados formando padrões geométricos para ilustrar a beleza de um sistema alimentar saudável. O foco do projeto é sobre a autenticidade e a transparência dos mercados, enquanto acreditando que boa comida tem o poder de alterar a viabilidade econômica das comunidades.

good4
Continue Reading