Posters de clássicos do cinema dos anos 80 em ilustrações inspirados em vitrais

a4f069128d7bd60cfa880314dba57c47

1b66c03c07c7e267159e991919981bd7

998286de6648212feece7508f9172a8a

A dupla de ilustradores italianos de codinome Van Orton Design, criaram uma série de cartazes de clássicos do cinema dos anos 80, com inspiração nos vitrais – um tipo de vidraça composta por pedaços de vidro coloridos, que foram utilizados na ornamentação de igrejas e catedrais. A série traz filmes como Os Goonies, De Volta para o Futuro, Robocop, O Exterminador do Futuro, em incríveis ilustrações bem coloridas.

Continue Reading

Bear, uma animação de Carlos Lopez Estrada

Essa animação me chamou bastante atenção, talvez pelo simbolismo presente, ou mesmo pelas entrelinhas, gosto de coisas assim, que deixam você pensando e refletindo, e esse trabalho do cineasta e animador Carlos Lopez Estrada, intitulada Bear, me deu essa sensação de inquietude. O próprio Carlos descreve a história como um “despertar”, que pode ser interpretado de inúmeras maneiras, existe um simbolismo sutil na escolha das cores e também na cena da transformação, a atuação do menino Garren Stitt nos surpreende com tamanha delicadeza. A própria animação se mostra bastante delicada e com ótimos efeitos especiais, principalmente o contraste da realidade com a forma tridimensional do urso. Enfim, merece seu play!

O mundo dentro do mundo

mundo1

mundo2

mundo3

O mundo dentro do mundo – o título já sugere muita coisa, mas trata-se de um curta que busca retratar o contraste entre o mundo caótico das grandes cidades e a busca interior por plenitude, essa, que talvez seja uma das principais dicotomias da contemporaneidade. O curta começa com imagens preto e branco da agitada cidade de São Paulo, sonorizado em uma densa atmosfera, para retratar o claustrofóbico mundo que vez ou outra nos encontramos. O ponto de virada ocorre quando o protagonista resolve olhar para dentro, fechando o seus olhos para o mundo externo, e entrando em estado meditativo. Para retratar essa quebra uma tv é destruída em imagens super slow. O vídeo traz imagens conceituais numa narrativa repleta de simbolismo, tem autoria da produtora Creativeclips gravado com uma câmera de cinema digital Red Epic, com edição da Da Vinci Resolve e a parceria cultural do BLCKDMNDS.

A escuridão de Hollywood

NOIRthekillers1

NOIRkissmescreen2

NOIRwhiteheat2

“Quem foi ao cinema regularmente no ano passado encontrou-se no meio da nova paixão de Hollywood pelo drama mórbido. Sombras fortes, mãos agressivas, revólveres explosivos, vilões e heróis sádicos atormentados pelas doenças mais profundas da mente humana apareceram nos filmes em cenários compostos por psiconeurose, sexo pecaminoso e assassinatos chocantes.”

Essas foram as palavras do roteirista Donald Marshman em uma edição da Revista Life de agosto de 1947. Marshman descrevia apenas o início de um fenômeno que dominaria Hollywood a partir do fim da Segunda Guerra Mundial: os filmes noir. Embora ainda hoje a compreensão do noir como gênero seja motivo de debate, é inegável que os frequentadores assíduos das salas de cinema não só no ano de 1946, mas nas décadas de 1940 e 1950, assistiram a uma revolução cinematográfica.

NOIRinalonelyplace

Continue Reading

Movies Hipster Kits – Cartazes minimalistas de filmes

007-Kit-Minimalist-Poster-Illustration-by-Alizée-Lafon

Alizée Lafon é designer gráfico, ilustradora e filmmaker francesa. Sua paixão por filmes e séries de tv a levou a criar  a série ”Movies Hipster Kits” de cartazes de filme com ilustrações minimalista, um tribulo à Sétima Arte . Os cartazes trazem um kit  de objetos icônicos dos personagens, de filmes como 007, Pulp Fiction, Les Amours Imaginaires, e programa de TV como Mad Men e Breaking Bad.

Mad-Men-Kit-Minimalist-Poster-Illustration-by-Alizée-Lafon

Pulp-Fiction-Kit-Minimalist-Poster-Illustration-by-Alizée-Lafon Continue Reading

Conheça a websérie brasileira Leve-me pra sair

leveme

Questões importantes e necessárias discutidas e mostradas com uma linguagem simples, clara e muito bem contextualizada, sem teorizações ou excessos de conceitos. O Coletivo Lumika apresenta mais um de seus admiráveis projetos, tendo como foco a sexualidade e a sua diversidade, debatida aqui de uma maneira ímpar e delicada. A websérie Leve-me pra sair, homônimo do documentário lançado em 2012, aborda as múltiplas faces da sexualidade humana, ambientadas no período de efervescência de sentimentos, desbravamentos e auto-conhecimento, ou seja, aquele momento transitório da adolescência para a vida adulta.

IMG_3313

A narrativa construída de forma muito dinâmica, que é dividida em pequenos 9 episódios, retrata uma noitada em uma festa, explorando os momentos desses jovens durante uma longa madrugada cheia de acontecimentos, trazendo através de uma trama envolvente questões como intolerância, machismo, formação da identidade e liberdade de expressão.


Continue Reading

Documentário: Tatoo Artist e Painter Cris Cleen

Esse é um documentário que nos mostra a arte existente nas pinturas corporais, ou seja, as tatuagens, o vídeo nos relata um pouco do cotidiano do tatuador Cris Cleen e a sua grande experiência, as filmagens são focadas na arte e oferecem retratos reais dos tatuadores. Filmado e editado por Andreas Tagger que acompanhou Cleen pelas ruas do Brooklyn.

Para conhecer mais do trabalho do artista, acesse.

House of Versace: Filme conta a turbulenta história da família Versace

house-of-versace

O filme House of Versace produzido pelo canal de TV a cabo americano Lifetime, com estréia para esse fim de semana, dia 5, se baseia no livro “House of Versace: The Untold Story of Genius, Murder, and Survival”, da jornalista Deborah Ball, e conta sobre a turbulenta história da família Versace, os altos e baixos enfrentados por Donatella desde que assumiu os negócios da marca após a morte do seu irmão estilista Gianni Versace, em 1997. Estrelado por Gina Gershon no papel de Donatella, com destaque para o sotaque carregado, similar ao da excêntrica estilista italiana. A grife não reconhece o filme, e afirma que o longa é apenas uma “obra de ficção”. Confira o trailer do filme, com trilha de I’m a God de Kanye West: