O empoderamento feminino na arte de Erica Rodrigues

erica1

erica2

Um trabalho versátil, mas nem por isso sem personalidade, muito pelo contrário – aquarela, ilustração, grafite, trabalho manual e bordado, diferentes técnicas, variados suportes e um só resultado: encantamento. Esse é o trabalho de Erica Rodrigues de Fortaleza no Ceará; delicado, porém forte, seu traço traz em grande parte de sua arte, a mais bela expressão feminina e também questionamentos, ao traçar em seus desenhos, representações de múltiplos estilos de corpos, criando um empoderamento de diferentes mulheres. Suas personagens carregam em si a suavidade da inocência, mas também o desejo da indagação.

Continue Reading

Love Yourself: as ilustrações eróticas de Rennan Lourenço (+18)

love yourself

Homens praticando autofellatio como uma metáfora do conceito do amor próprio é o tema da série de ilustrações Love Yourself do artista Rennan Lourenço. Após sofrer um término de namoro devastante, Rennan canalizou seus sentimentos em forma de arte e produziu gravuras que o ajudaram a expressar a ideia de se amar antes de tudo e todos, promovendo de forma literal e análoga o conceito do amor próprio.  As ilustração foram feitas em aquarela e carvão e podem ser encontradas no tumblr e instagram do artista. Continue Reading

Ilustrações dramáticas de Kristian Hammerstad

kd1

kd2

kd3

Com um traço gráfico e colorido que remete a propaganda vintage do início do século XX, as ilustrações do norueguês Kristian Hammerstad – formado na Saint Martins, conhecido centro cultural e artístico em revelar grandes nomes como, nada mais, nada menos do que Alexander McQueen – transportam o espectador para um universo cheio dramático, repleto de crítica e sarcasmo. Entre seus clientes estão The New Yorker, The New York Times Magazine e Wired Magazine.
kd6

Continue Reading

As coloridas ilustrações de retratos de músicos por Tuna Bora

18-tuna-bora-2-640x631

Tuna Bora é uma ilustradora freelance natural de Istambul, e atualmente vive em Los Angeles, onde já teve trabalhos em animação, games, comercial e exposições em galerias. Nessa série de ilustrações, a artista cria retratos coloridos de músicos do cenário Indie/Pop, como Daft Punk, Björk, Blood Orange, St. Vincent, Lorde, Jack White, Julian Casablancas, Santogold e muitos outros.

9-santogold

8-tuna-bora-bjork

7-woodkid

Continue Reading

A readaptação das fábulas épicas nas ilustrações de Bubug

bub1

bub2A artista e ilustradora polonesa Magdalena, mais conhecida pelo pseudônimo de Bubug, cria uma atmosfera gótica em cores vivas, repleta de detalhes em suas ilustrações. Com influências que vem principalmente de filmes, romances, lendas e contos de fantasia épica e gótica, como as de Tim Burton e George Raymond Richard Martin – a artista cria um universo fantástico que mistura a delicadeza da literatura romântica com o clima sombrio, ambientado em paisagens de bosques e florestas, provavelmente inspirados na própria geografia de seu país, como a famosa e intrigante floresta de árvores tortas.

bub3
Continue Reading

A ressignificação do mito nas ilustrações digitais de Dustin Papow

dustin1

dustin2

Natural de Detroit, o ilustrador e artista Dustin Papow cria uma arte revigorante pautada principalmente na ilustração digital. O artista acredita no poder da história e na forma como os humanos são portadores de ideias. Explora em seu trabalho a forma como a cultura pop é produzida e também seu significado na sociedade contemporânea. Suas inspirações são as mais diversas possíveis – arte, livros, vídeo-game e música favorecem para o ilustrador criar uma narrativa envolvente de lendas e mitos antigos reapropriados para uma realidade moderna.

 

dustin6

dustin7
Continue Reading

O desenho em movimento de José Loures

01

02

03

Unindo carvão e tinta a óleo, José Loures gera em suas imagens a expressão de corpos em movimento, inquietude e alteração de ânimos. Graduado pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (Portugal), o artista que inicialmente trabalhava com fotografia agora experimenta, no desenho, a identidade de seu trabalho. Personagens ocupam o mesmo suporte em momentos distintos de uma mesma situação ou estado de espírito, possibilitando assim variação temporal em uma única representação imagética. Segundo Loures, o conjunto de suas obras versa mais sobre cultura do que sobre pessoas, embora a construção da cultura só seja possível através de pessoas.

Continue Reading