Conheça “Reality Road” e caia na estrada com Mapei

mapei1

Acho que todos já sonhamos com a ideia de mochilar pela Europa, não é mesmo? Agora imagina se você pudesse fazer isso participando de um reality show com sua melhor amiga e ainda gravar um clipe para seu novo single? Foi exatamente isso que aconteceu com a cantora sueco-americana Mapei, que foi convidada para estrelar o “Reality Road”, série que faz parte da nova campanha de marketing da Volvo Trucks.

Pra quem estava com saudade da cantora, que não lançava nada novo desde o ano passado, quando estourou nas paradas do mundo todo com o hit “Don’t Wait”, dessa vez, ela e sua amiga Liza Morberg,  uma também conhecida diretora de clipes na Escandinávia,  foram convidadas a embarcar  em uma  viagem de caminhão, durante 9 dias, passando por 6 países da Europa, gravando o clipe de seu novo single “Million Ways to Live”, música composta especialmente para o programa e que faz parte de seu novo disco, com estreia prevista para o segundo semestre de 2015.
mapei2

Junto com as duas, embarcam também o motorista do caminhão, Jens Karlsson, e sua cachorrinha Sushi. Diversas aventuras acontecem e o entrosamento das duas, em frente e fora das câmeras é incrível, vale a pena conferir. A série conta com um total de oito episódios, que já estão publicados no canal do YouTube da Volvo Trucks. O resultado dessa aventura você confere no videoclipe, será lançado no dia 2 de julho, junto com a versão integral da música.

 

A vanguarda na música do DESAMPA

desampa

Quem diz que não tem coisa boa sendo feita no Brasil? Tem coisa boa sim! E não é só isso, é coisa boa, fina e interessante. Cantor e compositor baseado em São Paulo, Desampa produz um som futurista com misturas de soul e possui um trabalho caracterizado como escuro e fantasmagórico, gravou recentemente o EP sucessor do bem recebido “Hue” em parceria com produtor eletrônico iMC. O registro retrata relacionamentos, mitos e buscas, que soam como uma caminhada noturna pela cidade de Nova Iorque. Uma nova fase futurista para os dois músicos, com beats mais complexos e vocais bem trabalhados.

Da Assessoria

Cultura pop e noventismo no inverno 2015 da Bastos

B0

B2

B3

Se você ainda não conhece a marca de moda masculina Bastos, então você está completamente por fora do que vem acontecendo de mais fresco e autêntico na moda brasileira emergente. Centrada no streetwear e no lifestyle contemporâneo, a coleção de Inverno 2015, Blood Pop, traz referências noventistas, brinca com cores e formas que remetem ao consumo da cultura pop e a estética esportiva.

Como já habitual, a marca usa de forma harmônica as texturas visuais e brinca com o contraste cromático, o que torna as peças dessa coleção um tanto quanto impactantes.
Continue Reading

O verão experimental da NO.ID Clothing

foto 1

foto 1-2

Experimental, fresh, pós-moderno, intrigante, sci-fi e com pitadas de referência da Ásia tecnológica. A jovem marca de roupas NO.ID Clothing é uma velha conhecida aqui do blog – acompanhamos o crescimento da marca desde seu concepção e é nítido o amadurecimento que ela tem passado sem perder a essência característica. Centrados na temática da luz, os meninos da NO.ID exploram uma explosão de estampas experimentais formando um cenário austero para o streetwear de luxo. Imagens de circuitos digitais, lasers e desenhos geométricos que mais lembram prismas. Nas palavras de seus idealizadores:

A coleção quer promover o conhecimento e a importância da Fotônica, a Nova Revolução Industrial nesse início do século 21, que surgiu com a Eletrônica, os computadores pessoais e a Era da Informação, com o surgimento de novos gadgets ou dispositivos pessoais como smarthphones, tablets, a televisão interativa holográfica em 3D e as novas ideias e Tecnologias que irão surgir na área.

foto 2

foto 2-2
Continue Reading

Sessão Preta: os barbudos de São Paulo por André Medeiros Martins

_MG_5907 _MG_5949 _MG_5413_MG_6556

Sessão Preta é o nome do projeto idealizado pelo fotógrafo paulista André Medeiros Martins, no qual o artista fotografou mais de 30 homens em diferentes pontos de São Paulo e registrou de forma poética esses pelos que emolduram os rostos e os enquadram em uma época, em um comportamento e um desejo. Os modelos selecionados tinham profissões, idades e orientações sexuais diversas. Alguns eram familiares, outros amigos, alguns convidados e outros se ofereceram para participar do projeto. Continue Reading

A medusa de street art da Versace no Havaí

ver2

ver3

ver4

Se você sabe um pouco da história da moda deve saber que os grandes nomes da indústria da alta costura cultivam uma relação com a street art desde o final dos anos 80. Com a Versace não é diferente – para comemorar a abertura do seu novo empreendimento no Havaí, a marca usou do trabalho do grafiteiro mundialmente famoso, Tristan Eaton para produzir um mural em larga escala da sua icônica logo de medusa. O resultado é surpreendente e fascinante!

#OCUPEESTELITA

10329870_10203910785349583_5550998255032379933_o
Screen-Shot-2014-06-02-at-10.25.20-PM

O desejo de uma cidade acolhedora e pensada em seus habitantes tem mobilizado o Recife e chamado a atenção da mídia nacional e internacional e despertado o desejo de uma cidade melhor em muitos brasileiros. No ultimo dia 21 de maio deste mesmo ano O consórcio ‘Novo Recife‘ formado pelas construtoras Moura Dubeux, Queiroz Galvão, G.L. Empreendimentos e Ara Empreendimentos iniciou, na calada da noite, a demolição dos armazéns que ficam dentro do terreno de 100 mil m² à margem do rio Capibaribe, no bairro histórico de São José, centro do Recife. A demolição foi embargada pelo Iphan (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) porque os galpões estão no perímetro do sítio histórico.
A ocupação completou no último dia 04 (quatro) de junho, quarta-feira, duas semanas e já conta com uma população fixa de aproximadamente 100 ocupantes que se dividem em tarefas e responsabilidades para manutenção e melhoria do local e condições de convívio.
Screen-Shot-2014-06-02-at-10.25.55-PM
A ação de demolição dos galpões de açúcar abandonados seria para a construção de 12 torres com 40 andares que fazem parte de um projeto com custo calculado em R$ 800 (oitocentos) milhões de reais (8 torres residenciais, 2 empresariais e 2 flats) formando assim uma ilha de luxo às margens do Capibaribe.
A área do Cais José Estelita pertencia a RFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A) e foi arrematada em 2008, em leilão, por R$ 55 milhões, pelo consórcio ‘Novo Recife’, leilão este que é objeto de cinco ações judiciais que questionam sua legalidade. Continue Reading