As estampas icônicas e divertidas da marca Quiche

“É como se nós levássemos nossas referencias favoritas de cultura pop para jantar”, assim os donos da marca de camisetas Quiche, João Rodolfo e Rodrigo Cavalheiro, explicam da onde saem as inspirações na hora de criar estampas que misturam duas referências totalmente opostas e que acabam tendo uma conversa esteticamente harmoniosa.

desktop8

Apenas com pouco menos de um mês de lançamento, a marca surgiu após os dois parceiros terem uma noite regrada de catuaba e conversas filosóficas sem sentido. João, 22 anos, estudante de Marketing, e Rodrigo, 23 anos, estudante de Design, começaram a trocar ideias sobre quais rumos tomarem profissionalmente com pouco menos de dois anos para ambos se formarem em suas respectivas faculdades. “Começamos a conversar sobre diferentes ideias que nos ajudariam a desenvolver nossos portfólios e foi daí que surgiu a ideia da quiche”. João cuida da parte de desenvolver as estampas, assim como a distribuição e confecção, já Rodrigo responsabiliza-se pela identidade visual da marca.

14787443_1273274172724114_650284775_o

“Antes de a ideia surgir, ambos já tínhamos várias criações espalhadas pelo Tumblr, com o intuito de simples compartilhamento. Foi a partir disso que pensamos em transformar essas inúmeras concepções em empreendimento. A internet atualmente possibilita muito disso; diferentes plataformas têm ajudado muito a minha geração na hora de espalhar trabalhos e conseguir reconhecimento… é demais!”.

A personalidade da marca vem de dois personagens, Babe Walker, surgida em 2010, que ficava reclamando do seu terapeuta no Twitter, e da menina mimada e egocêntrica Ja’mie King, da série Private School Girl. “A Quiche é uma pessoa com um humor totalmente irônico e despojado, ela dá bola para assuntos sérios, mas prefere fingir que não, prefere irritar, de uma maneira tolerável, é claro.”.

joao-1

Quiche, ainda nova mercado, está atuando no Instagram, com uma coleção que mistura o desenho “Sailor Moon” com o reality show incrível das “The Real Housewives”. “Estamos com planos de fazer outra coleção que mistura It Girls com seitas satânicas. Também estamos trabalhando em maneiras de produzir conteúdos para a página da marca no Facebook, que muita gente pediu.”.

Para acompanhar e fazer parte desse universo é só a Quiche nas redes sociais.

“Esperamos inspirar nossos amigos e outras pessoas de diferentes cenários a colocarem em pratica seus projetos, através de um trabalho colaborativo e aproveitar da melhor maneira possível o que a internet nos dispõe de armas de divulgação e desenvolvimento”.

ArtiKin – O aplicativo que vai se tornar o seu guia cultural favorito

A nova plataforma de curadoria e criação de conteúdo direcionado ao mundo das artes chega com a proposta de aproximar, divulgar e ajudar na organização da agenda dos seus usuários, com uma constante atualização de novas exposições que estão rolando na cidade. O ArtiKin vem como um aplicativo que busca facilitar a contemplação da arte dentro de um guia cultural que funciona de maneira prática e acessível.

screenshots

Com um design muito bem pensado, desenvolvido com features (seção ROTAS propõe trajetos elaborados para o aproveitamento da tour focado em arte, assim como a seção AULAS, que lista cursos, palestras e workshops sobre arte) e informações bem organizadas. As exposições estão listadas por datas de encerramento, em contagem regressiva. Ou seja, as exposições que estão quase acabando ficam no topo da lista, ganhando assim, uma priorização maior.

A plataforma não se limita apenas ao aplicativo, é possível também receber um zine mensal impresso que complementa todo o conteúdo digital do app, além disso há um canal no YouTube com videoaulas sobre arte contemporânea; e futuramente a ideia é trazer uma vitrine online que irá dispor de uma seleção especial de obras para aquisição.

O Artikin é um projeto independente e super inovador, que visa levar a arte para a vida das pessoas de forma leve e smart, através de uma equipe de colaboradores que não resistem a uma boa curadoria e pesquisa de arte. Por enquanto, o aplicativo funciona apenas na cidade de São Paulo, mas em breve, outras cidades serão incluídas.

O app está disponível gratuitamente para IOS e Android.

O punk tropical das chicas do Kumbia Queers

kq1

A emergência de um discurso político e de empoderamento na cena cultural não é algo realmente recente, o próprio queer aparece nos mais diversos segmentos musicais como uma alternativa ao questionamento e a visibilidade, nomes como Le1f, SSION, Hunx and His Punx, THEESatisfaction, vem se destacando no gênero e abrindo caminho para outros projetos, um deles é o Kumbia Queers, um grupo musical composto por seis chicas entre argentinas e uma mexicana. O projeto se iniciou em Buenos Aires em 2007, onde a princípio suas participantes tocavam covers de Madonna, Ramones e Black Sabbath, parodiando-os para o ritmo de cumbia, com letras cheias de queerzismos e muito humor. Elas possuem quatro discos lançados, desde então, Kumbia Nena de 2007, La Gran Estafa del Tropipunk (2010), Pecados Tropicales (2012) e o recém lançado Canta y no Llores.

kq2

A mescla entre o ritmo de cumbia e o punk juntamente com muito groovy não poderia estar mais afinada, e faz qualquer um dançar desde o primeiro instante de audição. ¡Que lo disfruten!

¡que lo disfruten!

A Garota do Tumblr virando uma popstar

Captura de Tela 2015-08-04 às 14.39.36

Quem é a tal garota de visual mutante e cabelos coloridos que parece viver num mundo que só existe no Tumblr e que atualmente está dominando os comentários nas redes sociais por onde passa? O seu nome, ainda não conhecido por muitos, é Halsey, uma grande e produzida promessa em um novo cenário musical classificado como “Dark Electro-Pop” americano.
Aproveite pra conhecer e se render aos encantos de Halsey, que vem com uma pitada de Lorde, Lana Del Rey e Charli XCX ao mesmo tempo. Definitivamente uma garota pra gente não tirar os olhos.

Halsey, que na verdade é um anagrama do seu verdadeiro nome, Ashley, é uma americana de apenas vinte anos de idade que vem ganhando a cada dia um espaço maior na internet e fora dela. Sem nunca ter tido a ideia de se tornar uma popstar, Ashley, na época, ainda sonhava em tentar uma faculdade de Belas Artes antes de entrar, através da internet, no ramo da música. Onde foi devido ao seus “covers” postados no YouTube e Soundcloud que ela acabou sendo descoberta e assinando contrato com uma importante gravadora.

Continue Reading

Seis novas apostas musicais que você precisa conhecer

girlpower

Houve um tempo em que a internet era uma ferramenta mais precisa na difusão de artistas emergentes, há quem sugira que a bloghouse, responsável por catapultar uma centena de novos nomes na música esteja em seus últimos suspiros, em crise ou não, ano a ano aparecem outras centenas de novos nomes tentando um lugar ao sol no avassalador e disputado mercado musical. Nós ainda acreditamos nesse potencial da web 2.0 e em todo caso, listamos seis novas apostas musicais cheias de GIRL POWER para vocês.

Kehlani
kehlani

Natural de Oakland, a jovem Kehlani aponta no cenário do hip hop/ r&b underground como um grande nome para 2015 e se der sorte, para os anos seguintes. Seu álbum ‘You Should Be Here’ já é destaque em blogs especializados pela rede como um dos melhores álbuns do ano até agora.

A revista Billboard não poupou elogios, sua turnê de estréia já está praticamente esgotada e ninguém menos do que Rick Rubin já a adotou como queridinha do momento.

Tkay Maidza
Tkay

Nascida no Zimbábue e naturalizada na Austrália, Takudzwa Victoria Rosa Maidza, conhecida pelo nome de Tkay Maidza tem sido comparada com M.I.A. e Azealia Banks, mas as comparações ficam apenas no fato da garota ser rapper com traços multi-étnicos. Sua música é puro apelo pop, prova disso é que Tkay já performou o hit Fancy juntamente com Charli XcX. A cantora já se apresentou no SXSW 2014, juntamente com outros rappers do mundo todo, incluindo o rapper paulistano Rashid. U-Huh tem tudo pra ser o hit das duas da manhã nas pistas mais descoladas da noite, alguém duvida?


Continue Reading

Conheça “Reality Road” e caia na estrada com Mapei

mapei1

Acho que todos já sonhamos com a ideia de mochilar pela Europa, não é mesmo? Agora imagina se você pudesse fazer isso participando de um reality show com sua melhor amiga e ainda gravar um clipe para seu novo single? Foi exatamente isso que aconteceu com a cantora sueco-americana Mapei, que foi convidada para estrelar o “Reality Road”, série que faz parte da nova campanha de marketing da Volvo Trucks.

Pra quem estava com saudade da cantora, que não lançava nada novo desde o ano passado, quando estourou nas paradas do mundo todo com o hit “Don’t Wait”, dessa vez, ela e sua amiga Liza Morberg,  uma também conhecida diretora de clipes na Escandinávia,  foram convidadas a embarcar  em uma  viagem de caminhão, durante 9 dias, passando por 6 países da Europa, gravando o clipe de seu novo single “Million Ways to Live”, música composta especialmente para o programa e que faz parte de seu novo disco, com estreia prevista para o segundo semestre de 2015.
mapei2

Junto com as duas, embarcam também o motorista do caminhão, Jens Karlsson, e sua cachorrinha Sushi. Diversas aventuras acontecem e o entrosamento das duas, em frente e fora das câmeras é incrível, vale a pena conferir. A série conta com um total de oito episódios, que já estão publicados no canal do YouTube da Volvo Trucks. O resultado dessa aventura você confere no videoclipe, será lançado no dia 2 de julho, junto com a versão integral da música.

 

A vanguarda na música do DESAMPA

desampa

Quem diz que não tem coisa boa sendo feita no Brasil? Tem coisa boa sim! E não é só isso, é coisa boa, fina e interessante. Cantor e compositor baseado em São Paulo, Desampa produz um som futurista com misturas de soul e possui um trabalho caracterizado como escuro e fantasmagórico, gravou recentemente o EP sucessor do bem recebido “Hue” em parceria com produtor eletrônico iMC. O registro retrata relacionamentos, mitos e buscas, que soam como uma caminhada noturna pela cidade de Nova Iorque. Uma nova fase futurista para os dois músicos, com beats mais complexos e vocais bem trabalhados.

Da Assessoria

Cultura pop e noventismo no inverno 2015 da Bastos

B0

B2

B3

Se você ainda não conhece a marca de moda masculina Bastos, então você está completamente por fora do que vem acontecendo de mais fresco e autêntico na moda brasileira emergente. Centrada no streetwear e no lifestyle contemporâneo, a coleção de Inverno 2015, Blood Pop, traz referências noventistas, brinca com cores e formas que remetem ao consumo da cultura pop e a estética esportiva.

Como já habitual, a marca usa de forma harmônica as texturas visuais e brinca com o contraste cromático, o que torna as peças dessa coleção um tanto quanto impactantes.
Continue Reading