Diego Max e os rumos da ilustração no Brasil

capa_78_destaque1

Nem Frank Frazetta, nem Charles Burns ou Robert McGinnis. Hoje, o assunto no BLCKDMNDS é um ilustrador brasileiro que vem tendo seu excepcional trabalho reconhecido recentemente. Diego Max é autodidata e vive de música, design e ilustração. Morador icônico de São Paulo, toca seu projeto musical – out track records – em alguns bares da capital e leva sua arte para os pôsteres que anunciam as apresentações. Talvez agora, depois de dar uma olhada mais a fundo em seu trabalho, você seja capaz de identificar alguns deles perdidos pela capital.

diego_max_obras_collage.01_jpg_srz

Assim como grandes nomes da ilustração nacional, como Walter Tierno, Rafael Grampá e Bá & Moon, Diego tem um estilo jovem e inovador com o qual atraiu olhares para suas obras. Resultado disso é capa última edição da Revista da Cultura, que traz um de seus trabalhos em ilustração. É o Brasil mostrando um pouco mais dos seus talentos. Nem só de samba – bom – vivem as terras tupiniquins.


diego_max_obras_1

diego_max_obras_ilustration.01_jpg_srz

diego_max_obras_ilustration1

diego_max_obras_posters (1)

diego_max_obras_posters.02_jpg_srz
© Diego Max
Esse post foi enviado por Rafaela Pietra, que detém os direitos do texto.

Conheça melhor o trabalho dele acessando.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LNUS

Felipe Pedroso, é historiador, curador, pós-graduado em História, Arte e Cultura e especialista em Museografia e Patrimônio Cultural, dentre seus trabalhos, foi colunista web da Revista Trip e TPM e atualmente coordena o núcleo cultural do maior museu histórico a céu aberto do Brasil.

Comments on Facebook