Flamboya – Um retrato da juventude africana por Viviane Sassen

vivi01

vivi3

vivi4

Nascida na Holanda, mas criada em sua infância no Quênia, a fotógrafa Viviane Sassem fez a si mesma um pequeno questionamento: “Como é ser jovem na África?” – em busca de respostas ela retornou às suas raízes e percorreu o continente, de norte a leste em países como Quênia, Uganda, Tanzânia e Zâmbia e o resultado foi a concepção do projeto ‘Flamboya’ referindo-se à árvore “Flamboyant”, que floresce em dezembro e respinga em toda a paisagem, com inúmeras flores profundas e vermelho-alaranjado. No entanto, talvez este nome constitui o único remanescente da concessão e referência a uma imagem exótica da África. Sassen lança um novo olhar sob a continente, desprovido de sentimentalismo, e que através de metáforas poéticas reconhece os desafios e as desvantagens de sua realidade complexa, desconstruindo os esteriótipos comuns de uma imagem que refere-se a guerras, pobreza e corrupção. Os registros da fotógrafa evidenciam a figura infanto-juvenil num contexto pós-colonial, de pluralidade étnica em meio a uma miscelânea cultural.

vivi9

vivi1

vivi2

vivi3

vivi5

vivi6

vivi7

vivi8

vivi10

vivi11

vivi12

vivi1

vivi2

vivi4

vivi5

vivi6

vivi7

vivi8

vivi9

Para conhecer mais do trabalho da fotógrafa, acesse.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LNUS

Felipe Pedroso, é historiador, curador, pós-graduado em História, Arte e Cultura e especialista em Museografia e Patrimônio Cultural, dentre seus trabalhos, foi colunista web da Revista Trip e TPM e atualmente coordena o núcleo cultural do maior museu histórico a céu aberto do Brasil.

Comments on Facebook