Os Registros Corporais de Folle

01

02

03

A série “Impressões Ambulantes” surge em busca do registro do mínimo que afeta o físico, como um diário corporal. Marcas temporais que se instalam pela pele, como arranhões, machucados ou até mesmo camadas de tinta, dão forma ao trabalho que experimenta o corpo enquanto suporte para a arte. A fugacidade das intervenções capturadas dialoga sobre o momento que vem e vai embora, mas que de alguma forma nos modifica. Choque entre abstrato e concreto que vai se derivando de ações e limites do corpo. O artista goiano Francisco F. Beraldo, que assina como Folle, somou maquina fotográfica analógica e scanner ao processo de execução da ideia possibilitando resultados estéticos variados em suas imagens.


04

05

06

07

08

Para conhecer mais sobre o artista, acesse.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

EDU

Eduardo Fenato, 22 anos, estudante de História da Arte.

Comments on Facebook