Os retratos aquarelados de Danilo Augusto

danilo augusto

“Adepto a todas as expressões que fogem a mente através das pontas dos dedos, tentando liberar meus ideais do belo através de ilustrações, croquis e pinturas. Olhos, cabelos, sentimentos, estilos, cores, maquiagem, roupas, poses, espontaneidade, mulheres, musas, dentre tantas outras coisas servem de inspiração para estes e outros trabalhos, nessa forma de transpor o meu mundo em traços.”

É assim que o designer de moda e ilustrador paulista Danilo Augusto dos Santos se resume. Ele que reside atualmente em Maringá no norte do Paraná, deixou o hype das passarelas e a criação de lado e se entregou a área da ilustração. Atualmente Danilo cria estampas para marcas nacionais, mas é no seu tempo livre que ele nos brinda com seu trabalho autoral. Com traços delicados e dramáticos, seus personagens ganham vida nas telas feitas com grafite e aquarela e nos convida a descobrir seus segredos através dos olhares enigmáticos de seus personagens. E se você é um apaixonado por ilustração, não deixe de segui-lo no Instagram, onde você pode acompanhar todo o processo criativo dos seus trabalhos.

O Amarelo_440

Aries_o Continue Reading

Share Button

PanoBranco – série fotográfica de João Quadros

PanoBranco9-JoaoQuadros

PanoBranco10-JoaoQuadros

É muito bacana perceber que a produção artística e cultural no Brasil não é mais restrita ao eixo Rio – São Paulo, talvez o mercado ainda seja um pouco atrelado a isso, mas a produção em si floresce vertiginosamente nas outras regiões, é o caso do Centro-Oeste, que se mostra presente e exibe uma produção autêntica e concisa, provocando então, uma nova tradição no cenário de arte emergente no país.

PanoBranco2-JoaoQuadros

Um exemplo claro dessa nova faceta é o trabalho do jovem artista cuiabano João Quadros, que começou a fotografar em seus precoces dez anos de idade e ao longo dos anos desenvolveu técnica e um olhar apurado, tendo como influências grandes nomes da Fotografia brasileira. Seu trabalho é variado e permeia entre a fotografia conceitual a etnografia da cultura popular e a fotografia artística. Em sua mais recente série PanoBranco, o artista explora luz, movimento e corpo.

“O projeto retrata em preto & branco pessoas anônimas interagindo com um tecido branco. Desconsiderando formas, rostos e roupas, busca revelar apenas o âmago de cada ser a fim de provocar os mais profundos sentimentos naqueles que apreciarem o trabalho.”

Continue Reading

Share Button

As excêntricas esculturas de vidro de Christina Bothwell

vid1

vid2

cw2

Uma fusão inquietante de vidro, pedra, cerâmica e madeira. O trabalho em escultura da artista Christina Bothwell encanta pela vulnerabilidade de sua transparência e pela brutalidade dos materiais utilizados. Em sua obra, a artista é atraída pelos processos de nascimento, morte e renovação. Suas temáticas geralmente incluem bebês, animais e crianças.

cw3
Continue Reading

Share Button

Rico – A promessa da música eletrônica brasileira

rico_pool

Nem parece brasileiro – essa é uma reação unânime pra quem ouve Rico pela primeira vez, talvez seja a nossa síndrome de vira-lata falando mais alto ou apenas a falta de uma referência sólida na produção nacional de música eletrônica. A verdade é que não temos uma tradição na música eletrônica, apesar de já termos revelado grandes nomes como Renato Ratier, Marky, Andy e mais recentemente Boss in Drama e Zegon.

O jovem produtor mineiro, Rico, chega pra virar esse jogo e desponta como uma promessa da nova safra de artistas dispostos a arriscar no campo da House. Envolvido com a música desde muito cedo, começou a produzir aos dezessete anos e tem na bagagem referências que vão de Julio Bashmore, Machinedrum à George Fitzgerald, muita coisa brasileira e principalmente a famosa house dos anos 90′. Sua música é elegante, envolvente, rica em referências, sofisticada e muito bem elaborada. Então dá o play e vem ouvir essa delícia com a gente!

Share Button

Noya – O trabalho colossal do duo Imarginal

noya1

Se você ainda não conhece o Imarginal, então, definitivamente você precisa conhecer. O projeto é composto pela dupla de jovens artistas recifenses Fernando Moraes e Raone Ferreira que criam a quatro mãos um universo fantástico. As influências são as mais variadas possíveis, desde a inspiração de nomes como Geof Darrow e Rael Lyra, até a música que estão ouvindo no momento, filmes ou mesmo os fatos do cotidiano. Tudo isso ajuda os meninos no processo de criação dos grandes painéis que ilustram. Em Noya, seu mais recente trabalho, não foi diferente, a peça demorou seis meses para ser finalizada, um total de 320 horas de trabalho minucioso todo feito com auxilio de lupa, utilizando tinta nanquim, pincel e caneta nanquim recarregável. O resultado é um grande painel com um metro de altura e setenta centímetros de cumprimento. Uma narrativa brutal, visceral, repleta de detalhes, surpreendente e de encher os olhos – vida longa ao Imarginal!

noya2

noya3
Continue Reading

Share Button

Projeto de antes e depois recria fotos de animais e seus donos ao longo do tempo

do1

Esse tipo de fotografia de antes e depois se tornou mania na internet, um verdadeiro viral, existem diversos temas que podem ser empregados nesse tipo de foto: irmãos que recriam poses, famílias que se fotografam ao longo dos anos e agora pessoas envelhecendo junto com seus pets, afinal de contas, animais e pessoas compartilham um vínculo muito especial quando crescem e envelhecem juntos. A expectativa de vida mais curta dos animais é o toque de sensibilidade do projeto e nos faz perceber que invariavelmente, isso tudo torna-se uma bela lição de amor e perda.

do2

do3

do4
Continue Reading

Share Button

Mandalas florais de Nikola Nupra

nika1

nika2

nika3

Nikola Nupra é um artista independente que reside na Venezuela. Ele cria obras abstratas em mandalas circulares que combinam formas geométricas e motivos florais. Seu trabalho consiste entre a colagem  e arte digital, formando psicodélicos e lisérgicos padrões que contrastam entre cores pastéis e o soturno preto.

Continue Reading

Share Button