SLEEVEFACE: ALBUM SLEEVE ART

Pra quem não sabe, a prática de uma ou mais pessoas escondendo ou mostrando qualquer parte do corpo ou corpos com record sleeve(s) causando assim uma ilusão, é conhecida como SLEEVEFACE. Onda que (segundo o site sleeveface.com) começou com um sleeve do Paul McCartney que logo em seguida levou centenas de pessoas em Cardiff – País de Gales a se divertirem ‘saqueando’ as prateleiras das gravadoras pra montarem fotografias das mais variadas formas e estilos, porém sempre com a ideia de apenas ser uma continuação da arte e não o fotografado em si.
De Rolling Stones a Bowie, de Cymande a Streisand, os LPs começaram a serem queridos não só por seu conteúdo musical, mas principalmente pelas fotos e poses estampadas nas respectivas capas  e com isso, de repente,  passou a ser comum ver pessoas ordenando pelas ruas: ‘mais para cima! Um pouco mais para esquerda! Tá quase!’ em busca da combinação para a foto perfeita. Ou seja… Virou um febre.

Continue Reading

Share Button

Let Them Eat Cake apresenta English Lad/ English Lass

Eu sempre achei que celeiros criativos nascem onde há poucos recursos e isso tem se comprovado em publicações como a Let Them Eat Cake, uma revista de pequeno/médio porte que já completa seis anos de vida e que dá prioridade a novos talentos como fotógrafos, escritores, estilistas, designers de moda e todas as profissões derivadas da indústria criativa. Talvez por que o apelo comercial seja bem mais brando do que os grandes conglomerados da editoração do mundo da moda. O foco da Let Them Eat Cake é mais artístico, e é justamente por isso que ele nos interessa, foge dos clichês tradicionais desse campo, ou pelo menos tenta resistir, há um certo comprometimento, ousadia e criatividade de sobra, tanto que a publicação é famosa por catapultar esses profissionais para um mercado mais abrangente, um verdadeiro celeiro criativo. Me apaixonei por esse editorial intitulado English Lad/ English Lass que têm como diretor John Willian e como fotógrafo Holly Falconer. É interessante observar o mix de estampas, cores e texturas, a vibração da escolha das cores em contraste com a beleza negra, revelando aspectos estéticos étnicos e do próprio gueto. Fenomenal, e que a publicação sobreviva a esse mercado cada vez mais mercenário.

Continue Reading

Share Button

Inspiração do Dia: David Bowie

Continue Reading

Share Button

Conheça a série I Just Want My Pants Back

Baseado em livro homônimo de David J. Rosen, I Just Want My Pants Back é a nova aposta em série da MTV. Conta a história em torno de Jason, um jovem recém formado que sonha em se tornar jornalista da área de música. Enquanto isso, trabalha em uma agência de talentos. Frequentando a vida noturna de Nova Iorque, álcool e sexo fazem parte de sua rotina. O roteiro poderia facilmente ser assinado por Nick Hornby, pela imersão dos personagens numa cultura pop midiática, que vai de menções de James Van der Beek em Dawson’s Creek à citações de bandas experimentais do underground obscuro. A trilha por sua vez é um capítulo a parte, bandas como Vivian Girls, Clap Your Hands Say Yeah, Wavves, Girls e MNDR e outras do celeiro criativo do Brooklyn animam a trama numa ambientação sonora fresca e atual, do jeito que a gente adora. A série têm um ritmo bom, demonstra de maneira bem real as preocupações de jovens recém formados: um trabalho estável dos sonhos, sexo e badalação. Poderia descreve-lo como um misto de How to Make it in America com Skins e uma pitada de Happy Thank You More Please, se você gosta de série que retrata o cotidiano, que usa e abusa de ironia e sarcasmo nos diálogos e tem personagens cativantes, essa é a sua série.

Share Button

Word as Image, por Ji Lee


Ji Lee é designer, colaborador do New York Times e já trabalhou em lugares como a ABC, Wired, The Guardian, entre outros. Já foi diretor criativo do Google e hoje exerce a mesma função no Facebook.
Como uma mente criativa nunca se aquieta, Lee criou imagens com palavras usando apenas os elementos gráficos das letras contidas na própria palavra. O projeto chamou atenção de todo o mundo e resultou no livro Word as Image, que reúne 100 dessas brincadeiras com os tipos. O livro, além de brincar com o imaginário, trata sobre como descobrir a magia por trás das formas originais e as possibilidades infinitas oferecidas pelas letras e palavras.

Continue Reading

Share Button

Reflexões do dia a dia por Heikki Leis

 


A série fotográfica de Heikki Leis, chamada “Everyday Reflections” é um conjunto de ilustrações super realístas feitas com  lápis, de pessoas em frente a seus espelhos, com a ideia de representar atividades rotineiras. O artista trabalha como freelancer desde 2000 e trabalha com desenhos realistas, esculturas e mais recentemente, ele também é um ávido fotógrafo e participa de exposições.


Continue Reading

Share Button