Inspirador: The Beauty of One Second

Essa é uma coleção de pequenos clipes que juntos formam um curta-metragem dirigido por Leo Burnett de Milão na Itália, “The Beauty of One Second” nos demonstra aquela fração de segundos responsável por transmitir tamanha beleza e sutileza. O vídeo é um viral produzido para promover o cronógrafo de luxo da Montblanc, que com muita sensibilidade conseguiu um resultado excepcional.

Share Button

Colagens e ilustrações de Felipe Guga

Felipe Guga, Brasileiro e carioca, é um jovem designer gráfico e ilustrador formado pela PUC-Rio. Tem um estilo bastante marcado, entre as cores leves , linhas de contorno, texturas  padronizadas, colagens e trabalhos bem coloridos e alegres, Guga coloca um pouco de humor nas ilustrações misturando conceitos e mensagens. Atua certamente mais explorado pra moda, e famoso por suas estampas para algumas marcas como Aüslander, Redley, Isabela Capeto , Farm e algumas marcas gringas. Guga se diz inspirar por música, filmes, ou mesmo seus amigos. Basicamente suas colagens são bem manuais e de estilo próprio, revistas antigas fazem parte de suas fontes, e suas ilustrações partem normalmente de simples canetas nanquins, ecoline, aquarelas e alguns toques finais com o photoshop, mas nada que tire o mérito de suas ilustrações.

Continue Reading

Share Button

National Geographic libera fotos selecionadas para seu concurso anual

Anualmente a National Geographic realiza seu concurso para eleger a melhor fotografia do ano.  Fotógrafos do mundo todo encaminham suas obras a fim de ganhar o prêmio em dinheiro e uma viagem à sede da National Geographic. Essa semana foi liberada algumas das 40 selecionadas para as semifinais e esse ano não será nada fácil escolher a grande campeã.

Continue Reading

Share Button

A arte de Brian Viveros

Brian Viveros é um artista com conceitos misturados e usa muito o fetiche e a sensualidade. Seus trabalhos tem uma mistura de materiais como nanquin, acrílica, óleo e aerógrafo. Na sua maioria suas pinturas e ilustrações são mulheres com olhares fortes e elementos como cigarros, tatuagens, cicatrizes, sangue e caveiras. A inspiração de Viveros vem de sua coleção de caveiras, seus cigarros e outros elementos do seu ambiente de criação.

Os trabalhos completos você confere no site do artista.

Continue Reading

Share Button

Colagens surreais de Matt Wisniewski

Matt Wisniewski, 24 anos do Brooklyn, NY, atualmente estuda no Rochester Institute of Technology. É desenvolvedor de web, e mais que isso, Matt tem tomado grandiosidade e reconhecimento pelo seu trabalho como manipulador de fotos e ilustrações. Matt é um artista dinâmico que mistura fotos de pessoas com outros elementos , e suas colagens, refletem fotografia, um pouco de moda e natureza. O que chama atenção em seu trabalho são as formas como Matt funde elementos femininos e alguns cenários da natureza, como florestas e mares. O resultado desse trabalho encantador, lembra as técnicas do trabalho de Jasper James, que também procura fundir diferentes elementos, nesse caso, Jasper sobrepõe exposições urbanas e silhuetas humanas, vale conferir também!

Continue Reading

Share Button

A voz doce e encantadora de Lianne La Havas

O Reino Unido parece ter um monopólio sobre vocalistas do sexo feminino. De Amy Winehouse à Adele, as mulheres britânicas provam um estilo que vai garantir o estrelato internacional. Mas na porta giratória da fama, um novo rosto é sempre obrigado a aparecer, enquanto outros nos deixam (RIP Amy). A mais recente das exportações do Reino Unido é cantora Lianne LaHavas, que lançou seu EP “Lost and Found” no início deste mês. Enquanto é relativamente desconhecida agora, a londrina de 22 anos de idade, em breve será um nome familiar. Lianne combina vocais “soulful” com composições bastante surpreendentes, mas o que mais  impressiona é a simplicidade de sua música. Esqueçam todas as músicas pop super produzidas e processadas dos nossos dias, Lianne pode controlar uma sala com apenas uma guitarra e sua voz. Simplesmente incrível!

Seu EP de 4 faixas está disponível para download no site oficial de Lianne

Share Button

Zoran Nova e sua simplicidade com o lápis e o papel

Zoran Nova, consegue com um lápis, detalhar seus desenhos e criar efeitos de sombreamento e iluminação bem realistas. 24 anos, australiano crescido nos subúrbios de Sydney. Sendo filho gêmeo, tentou encontrar sua forma de destaque, e este anseio e paixão para ganhar uma identidade própia levou-o a pegar um lápis e começar a desenhar os personagens de desenho animado de sua infância, especialmente aqueles de sua amada Walt Disney.

Ao longo dos anos, Zoran rompeu com o molde e afirmou seu próprio alargamento ao mundo artístico. Sua experiência no projeto o colocou em boa posição de desenhista, artista e ilustrador na cena de arte da Austrália. Costuma se inspirar a partir de filmes e músicas, e sua capacidade de tornar cru e natural, apenas com o lápis, lhe permitiu se especializar neste meio. Zoran também recebe influências em outras mídias, sendo fortemente influcneiado pelacultura pop e a vida ao seu redor, com desenhos de Scarface, Johnny Depp, Dirty Dancing, Frankenstein e Elvis Presley.

Continue Reading

Share Button

O surrealismo de Andrew Archer

Natural da Nova Zelândia, Andrew Archer é referência por seus trabalhos repletos de surrealismo e justaposição. Em meio a canetas e tintas, foi na adolescência que o ilustrador de 25 anos descobriu sua paixão. Com cores suaves e traços precisos, Andrew narra uma historia em cada trabalho e nos faz querer entender mais  sobre seus exóticos personagens.

Continue Reading

Share Button