Retratos realistas de Alan Coulson

Alan Coulson

Alan Coulson

Alan Coulson é um artista britânico com uma obra surpreendente, seu foco está nas pinturas realistas de retratos com um leve toque contemporâneo. Retrata seus conterrâneos de forma sensível, capturando momentos de quietude e reflexão interior. Coulson é um premiado artista, tendo recebido o prestigiado prêmio BP Portrait Award na National Portrait Gallery, expõe anualmente em Londres e possui clientes como The New York Times e Carlton Books.

Alan Coulson
Continue Reading

Share Button

A arte múltipla de Ghislain Garlin

cg1

cg2

Sabe aquele tipo de artista que faz de tudo um pouco? O artista francês Ghislain Garlin faz parte dessa turminha, em suas habilidades estão a ilustração, o design gráfico, animação 3D e até consultoria e produção para marcas famosas como Lacoste e Dior. Em suas ilustrações Garlin apresenta uma linearidade de histórias extraordinárias, que refletem muitas vezes, seu humor cínico e ácido, mas com certa poesia. Nessa recente série exposta aqui, o artista une de seus dons artísticos para compor um trabalho que mescla elementos da moda, design gráfico e ilustração sob fotografia. A ideia surgiu depois de uma série de viagens feitas para Índia, Paquistão e outros países, na volta para Paris o artista resolveu reconstruir peças publicitárias com ilustrações sobrepostas, que chamam a atenção pelo preto sólido em seus personagens caracterizados come excessos de adornos e maquiagem étnica.

cg12
Continue Reading

Share Button

Oriente Médio e grafismos no Verão da Bastos

Bastos_-_Vera_o_2014

Em um cenário composto por grande investimento de atenção na Moda Feminina e execução muitas vezes do que é seguro para os homens, a marca Bastos reafirma em sua coleção Verão 2014 uma Moda Masculina detalhada e rica em referências, que surpreende pela forma harmônica com que as texturas visuais interagem entre si.

bastosgifff

Bastos_-_Vera_o_20143

A coleção foi inspirada no Oriente Médio do clipe “Bad Girls” da cantora M.I.A., no streetwear dos anos 90 e nas estruturas metálicas das fábricas. As estampas reúnem todas as referências de forma coerente, com o paisley e o étnico interagindo com o grafismo, criando um resultado final carregado que é equilibrado pelas modelagens e tecidos leves como seda, algodão, moletom e malha. A Bastos é a prova de que a Moda Masculina pode (e deve) ser elaborada sem excluir o conforto e a fluidez, com um bom gosto despretensioso e acessível.

VERAOBASTOS
Continue Reading

Share Button

A sublime fotografia de Nádia Maria

Nádia Maria

Nádia Maria

Nádia Maria

Um deleite para os olhos, uma poesia para a alma – é como eu poderia facilmente resumir e transcrever nessas poucas palavras o trabalho da fotógrafa Nádia Maria. Natural de Bauru no interior de São Paulo, começou a fotografar muito cedo, desde seus sete ou oito anos, onde fazia imagens de seus brinquedos e bonecas, talvez por essa razão seu trabalho seja dotado de um misto de sentimentos típicos da infância, como ingenuidade e perversão. Suas fotografias denotam um universo particular, um diário íntimo de sentimentos, o que pode ser percebido através da sensibilidade de seus registros, que trazem uma composição que mescla o clima soturno com o lúdico e da fé com o misticismo de forma perfeitamente harmoniosa.

Nádia Maria
Continue Reading

Share Button

Tinta, sabão e óleo como você nunca viu

Ruslan Khasanov

Ruslan Khasanov

Imagens microscópicas são sempre impressionantes e filmar isso tudo abre portas para descobrimentos bastantes bizarros e incríveis, provando que mesmo as mais aparentemente banais interações, como que entre óleo e tinta pode fornecer resultados impressionantes. O Artista russo Ruslan Khasanov tem usado esta técnica para criar seu vídeo “Pacific Light”.

No vídeo, temos a interação de diferentes tintas coloridas, óleo e sabão é filmado com uma câmera digital. Em seguida, o artista e designer Khasanov traz suas habilidades para unir os materiais e transforma-los em algo único, fazendo com que as contas multicoloridas sigam o fluxo e refluxo das tintas e óleo, criando formas de gravação psicodélicas e imagens deslumbrantes.

Confira o vídeo acima e algumas fotos e GIFs abaixo.

Ruslan Khasanov
Continue Reading

Share Button

Colagens digitais hipnotizantes de Jiyen Lee

Jiyen Lee

Jiyen Lee

Jiyen Lee

A prática da colagem sempre foi uma faceta da arte meio marginalizada, tida como secundária em relação ao desenho, pintura e escultura, mas o número de adeptos tem crescido vertiginosamente e junto com ele a qualidade dos trabalhos, que não só crescem em números e qualidade mas consegue se firmar como uma arte legítima. A artista coreana Jiyen Lee é uma das artistas que contribuem para o fato, com um trabalho dedicado às colagens digitais, a artista realiza séries hipnotizantes de imagens vistas de cima, formando padrões que usam da presença humana em paisagens urbanas para criar um cenário intrigante. Sua obra geralmente apresenta um tráfego não identificável de pedestres em uma jornada sem fim.

Continue Reading

Share Button

Série fotográfica de vasos sendo destruidos por Martin Klimas

O fotografo alemão Martin Klimas, adora explodir coisas. Uma de suas séries fotográficas Martin destrói vasos de flores. As imagens são feitas quando uma máquina impulsiona uma pequena bola de aço em alta velocidade passando pelo vaso e destruindo o vidro ou porcelana, e fotografadas no exato momento da explosão enquanto as flores ainda continuam intactas.

Continue Reading

Share Button

Os retratos de tinta de Sérgio Augusto

retrato

ret1

O paranaense e artista plástico Sérgio Augusto vem conseguido notoriedade no meio artístico e fazendo um certo barulho na internet – que é o meio democrática de como a arte consegue chegar de forma acessível ao maior número de pessoas hoje em dia. Em sua série Retratos de Tinta, o artista explora justamente dessa nova realidade das redes sociais na vida cotidiana e das relações que se formam à partir dela para criar retratos de amigos, pessoas próximas e de pessoas que conhece, mas não pessoalmente. Ele utiliza das fotografias que essas pessoas usam em seus respectivos perfis do Facebook e os transforma em incríveis pinturas feitas com tinta acrílica sobre papel. Sérgio argumenta: As pessoas que retrato não estão comigo fisicamente, mas estão comigo em papel, em tinta, como eu as vejo. Sou sozinho, mas de alguma maneira sinto uma companhia delas, pintadas, retratadas. Uma série emotiva, que trata das relações humanas, afeto e de lembranças.

ret3
Continue Reading

Share Button