As ilustrações da polonesa Agnieszka Sukiennik

ag004_cat2 copy

Com sede em Varsóvia, a polonesa Agnieszka Sukiennik é como uma boa parte dos criativos de sua geração, não se atém em apenas uma qualidade específica, designer independente, artista visual e ilustradora de moda. Ela concentra seu talento em tentar transmitir a natureza global na ambiguidade do ser humano em ilustrações surrealistas.

Continue Reading

Rurru mi panochia e sua arte nada (con) SENSUAL

1

Longe de se definir pelo que a sociedade impõe, o gênero deveria ser em cada caso uma construção individual. Com esta premissa Rurru mi Panochia, alter ego da artista mexicana Almendra Sheira, promove uma visão livre e brincalhona do corpo humano e o que ela entende por sexualidade. A começar por seu alter ego Rurru Mi Panochia, já se vê o quanto a liberdade com o sexo faz parte da vida e, principalmente, do trabalho desta artista. Panochia, em alguns lugares da America Latina, é um sinônimo de vagina. Traduzindo-se assim em Rurru Minha Vagina. Segunda a artista a escolha do nome se deu pelo fato dele ser engraçado e sempre causar risos nas pessoas quando o pronunciam.

7

A temática da sua arte gira em torno de fetiches, dissidências de gêneros, deuses pré hispânicos, amputações, tudo isso mesclado em desenhos despretensiosos e cores pasteis remetendo a um universo infantil, sem preconceitos e principalmente sem a culpa que muitas vezes o amadurecimento traz junto com a descoberta do sexo. O intuito da artista é mostrar que a concepção do belo não deve ser unilateral. E que seus desejos não precisam e nem devem se enquadrar em padrões impostos.
Sobre o uso de deuses pré hispânicos em sua obra, Rurru diz que sempre se interessou sobre arte erótica e pornô na cultura Greco-romana até que na universidade iniciou uma investigação sobre a cultura sexual que existia nos povos que habitavam seu país e desde então esses elementos se tornaram frequentes em seu trabalho.

[+18]
Continue Reading

Retratos costurados na palma da mão por David Cata

david-cata_01a

Combinando arte visual e performática, o artista espanho David Catá usa o seu corpo como tela na série ‘A Flor De Piel’, onde costura retratos de pessoas na palma da mão, passando a linha através da camada superior da pele. A série simboliza pessoas que “deixaram a sua marca” na vida do artista – família, amigos, professores e amores.

“Suas vidas foram entrelaçadas com a minha para construir a minha história. Cada momento vivido permanece na memória para, finalmente, ser esquecido. De alguma forma, este fato é doloroso, uma vez que existem apenas coisas materiais e traços que as pessoas deixam para trás.” Diz o artista.

david-cata_02

david-cata_03

david-cata_04

Continue Reading

Coloridas e vibrantes ilustrações do brasileiro Bruno Miranda

Caveira_Lenhadora_7

Father_FINAL_low

Daft_Zombie_Final_OK_low

xxyyxx_FINAL_low

Bruno Miranda um jovem ilustrador brasileiro, estudante do curso de Design Gráfico. Com ilustrações vibrantes e bastante coloridas, Bruno ilustra de acordo com o que vem de seus sentimentos no decorrer dos dias. Sua inspiração vem de desenho animado e principalmente da música. Explorando temáticas fantasiosas, ele usa elementos de caveiras, animais, zumbis, e personagens da cultura pop em seus desenhos.

“O desenvolvimento das minhas ilustrações começa através de um sentimento, algo pessoal que tenho vontade de tirar de dentro de mim, uma espécie de exorcismo. Realizo primeiro o desenho a mão e depois pinto no photoshop ou illustrator.” Diz o ilustrador.

Continue Reading

Os incríveis GIFs na arte digital de Paolo Ceric

tumblr_mdq7e6M88N1qc0s10o1_r1_500

tumblr_m6cew18fYh1qc0s10o1_500

tumblr_m6jj5jxNqp1qc0s10o1_500

tumblr_mjmn8zobzz1qc0s10o1_r2_500

O Artista digital Paolo Cerić está atualmente estudando processamento de informação pela Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação, na Croácia, onde suas experiências com o processamento e arte digital resultaram em um fluxo constante de animações fascinantes que ele publica em sua página no tumblr com o codinome de Patakk.

Cerić começou há cerca de dois anos atrás, sabendo muito pouco sobre a arte digital ou animação, mas ficou fascinado vendo outros programadores criar arte com código. Por um tempo ele simplesmente tentou imitar outras animações, mas ultimamente tem realmente desenvolvido seu próprio estilo pessoal, que varia de padrões geométricos pulsantes, linhas e pontos deslizando, objetos em movimentos repetitivos etc.

Continue Reading