A street art anamórfica de Zag

zag1

zag2

zag3

Partindo da street art, ZAG cria verdadeiras obras de arte , muitas vezes efêmeras com a própria rua como um fundo, a fim de expor sua arte para o público em geral. Para este artista, o movimento contemporâneo da arte de rua vem do desejo de uma geração que quer e necessita se expressar. Especialista em pintura em grande escala, o artista francês usa da técnica e de processos matemáticos complexos para compor uma obra com efeitos visuais impressionante – murais anamórfico pintados em escadas. Um deleite aos olhos!

Continue Reading

Esculturas de papel em 3D nas intervenções urbanas de Paige Smith

Caça ao tesouro, é mais ou menos esse o espírito do trabalho de Paige Smith em suas intervenções urbanas pelas ruas de Los Angeles, com um projeto intitulado “GEODE“, a designer gráfica recria formas minerais naturais através de esculturas de papel em 3D, estas esculturas de todos os tamanhos se encaixam nos furos de edifícios e tubos encontrados pelas ruas. As formas representam geodos, cristais, quartzos, ou qualquer formação mineral que você encontraria normalmente na natureza.

Continue Reading

Acción Poética e a Poesia Urbana

Nosso dia-dia está repleto de manifestações artísticas, grafite, stickers, intervenções e as mais variadas formas de arte que transformam a paisagem urbana. Mostram-se presentes em nosso cotidiano, como expressões de vozes silenciadas, querendo dizer algo para uma sociedade cada vez mais individualista e hedonista.
É nessa contrapartida que nasce o movimento “Acción Poética” , criado em 1996 pelo mexicano Arnaldo Alamír Pulino, considerado como uma das figuras mais representativas do novo panorama poético. A ação se alastrou pelo México e logo se espalhou pelos países de língua latina, como Chile e Espanha. O movimento consiste em expandir a poesia e o movimento literário pelas ruas, transmitindo amor e beleza através de frases poéticas escritas em paredes, sendo considerada como o “fenômeno literário de mural”, já ultrapassando 3.500 muros escritos em Monterrey, sua cidade de origem.
Poesia urbana numa abordagem diferente e interessante, com o princípio de não ter aprovação do público, mas de desafiar sua reação. Uma verdadeira intervenção coletiva para transmitir mensagens otimistas, pensamentos amorosos e filosóficos, com sutileza e delicadeza.


Continue Reading

A poesia na arte de rua com origami


Nosso dia-dia está repleto de manifestações artísticas, grafite, stickers, intervenções e as mais variadas formas de arte que transformam a paisagem urbana. Mostram-se presentes em nosso cotidiano, como expressões de vozes silenciadas, querendo dizer algo para uma sociedade cada vez mais individualista e hedonista. É nessa contrapartida que nasce o projeto da artista francesa Mademoiselle Maurice, que criou instalações efêmeras com centenas de origami colorido colados nas paredes das ruas de Paris, transformando a paisagem em uma narrativa poética.

Continue Reading

Arte urbana: Fragiles Fabulae por Žilda

Arte clássica nos cantos feios, é assim que se descreve o trabalho de Žilda, um artista de arte urbana que busca levar a arte renascentista e barroca aos becos e ruas francesas, sua inspiração vem das gravuras e ilustrações do século XVIII ao XIX e alguns temas mitológicos e históricos poucos conhecidos na História da Arte, como a historicista Charles Louis Müller (1815-1892) e o pintor Pere Caso Borrell (1835-1910). Prefere sua arte exposta ao ar livre do que em galerias, as quais ele considera um verdadeiro necrotério de arte. Seu trabalho é fresco é um misto anacrônico, nos remete a tempos remotos não vividos, mas acabam se tornando figuras presentes no cotidiano das cidades. É para isso que a arte urbana existe, para provocar, causar sensações e se mostrar presente na vida das pessoas.

Continue Reading

New York em mini escultura urbana

É gratificante receber um e-mail de um leitor com uma dica tão interessante de pauta, recebemos essa dica do leitor Leonardo de Vasconcelos que sempre nos escreve com ótimas idéias e sugestões, você também pode nos sugerir assuntos e conteúdo, basta clicar no ícone de contatos, que está alí na lateral superior, que receberemos com muito carinho. Essa é uma série artística minuciosa de um artista chamado Alan Wolfson que criou em minimos detalhes cenarios urbanos de Nova York em pequenas maquetes. Falando assim parece superficial, mas o trabalho de Wolfson é extremamente detalhista e cuidadoso, além das fachadas as esculturas também contam com ricos detalhes interiores e efeitos de iluminação, uma obra importante que levou vários meses para ser concluído. Todas as mini esculturas são representações exatas dos locais já existentes. O charme adicional fica por conta do período que Alan reconstrói em seu trabalho, a New York das décadas de 1970 e 1980.


Continue Reading

Ojo Señor por Iker & Ferran

Você é do tipo que tem medo de crianças macabras com olhos cintilantes? Pois o projeto dos espanhóis Iker & Ferran mostram isso nas ruas de Barcelona, carregado de uma atmosfera sinistra e sombria, fotos de crianças com aspecto antigo em preto e branco com olhos que brilham, mostrando o mal que existe dentro delas. Eles até criaram um tumblr para atualizar o trabalho, que nós aqui do BLCKDMNDS achamos genial! E aí, desvia ou aprecia?

Continue Reading

Troy Davis: Torna o invisível, visivel

A Anistia Internacional usou, em Londres, arte urbana para “Tornar o invisível, visível“. O objetivo deste ação é sensibilizar o público para o caso do norte-americano Troy Davis, um homem que se encontra há já 19 anos condenado a pena de morte por um homicídio cujas provas são inconclusivas.
A ação consiste em recrear a imagem de Troy num gradeamento, conseguindo-se assim que a imagem seja visível apenas de alguns ângulos, gerando-se um efeito surpresa. O local onde foi criado permite também uma associação rápida ao fato de Troy estar preso.