Imagens de Brasília em 1966

cq5dam-web-1280-1280-6

cq5dam-web-1280-1280

Brasília é uma cidade que levanta debates polêmicos em relação a sua arquitetura, existem muitos que apoiam o projeto e muitos que são contra. Nos anos 1960, acreditava-se que a cidade teria um grande potencial de desenvolvimento ou que entraria em um processo de auto destruição. Cesare Casati, um fotográfo italiano, veio ao Brasil em 1966 e registrou imagens de Brasília, as quais foram posteriormente publicadas na revista de arquitetura Domus.  Cesare diz que a primeira impressão da cidade causava grande choque, o tipo de choque que está sempre envolvido com o progresso, fazendo-nos sentir despreparados: um sinal que a realidade muda mais rápido do que somos capazes de absorver.

Continue Reading

A vanguarda na música do DESAMPA

desampa

Quem diz que não tem coisa boa sendo feita no Brasil? Tem coisa boa sim! E não é só isso, é coisa boa, fina e interessante. Cantor e compositor baseado em São Paulo, Desampa produz um som futurista com misturas de soul e possui um trabalho caracterizado como escuro e fantasmagórico, gravou recentemente o EP sucessor do bem recebido “Hue” em parceria com produtor eletrônico iMC. O registro retrata relacionamentos, mitos e buscas, que soam como uma caminhada noturna pela cidade de Nova Iorque. Uma nova fase futurista para os dois músicos, com beats mais complexos e vocais bem trabalhados.

Da Assessoria

III Mostra Mangue Cultural na Associação Raso da Catarina

Raso da Catarina realiza III Mostra Mangue Cultural de Março a Maio 2015 – Quatro coletivos culturais se apresentam gratuitamente em março na Praça Eder Sader

mangue1

Uma celebração à diversidade cultural toma, mais uma vez, o espaço da Praça Eder Sader, na zona oeste de São Paulo. Após uma primeira edição bem sucedida no mesmo local, a Associação Raso da Catarina promove apresentações de importantes coletivos da cidade, abrangendo grupos como ‘Pombas Urbanas’, ‘Orquestra de Berimbaus’, Coletivo Favela em Cena, entre outros, do dia 08/03 a 24/05. Diferentes linguagens artísticas serão ponte para interação entre produtores culturais e público, que poderá apreciar atrações de circo; teatro; música; hip hop e culturas populares, de forma gratuita.
Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura em parceria com a subprefeitura de Pinheiros e as instituições Gam Yoga & Bambu Brasil, a ação pretende ampliar a apropriação dos espaços públicos por meio da arte e da cultura, incentivando o engajamento da comunidade para superar as barreiras socioculturais que ainda persistem no bairro.

Era Uma Vez Um Rei - Tatit Brandão I (3)
Continue Reading

Diego Max e os rumos da ilustração no Brasil

capa_78_destaque1

Nem Frank Frazetta, nem Charles Burns ou Robert McGinnis. Hoje, o assunto no BLCKDMNDS é um ilustrador brasileiro que vem tendo seu excepcional trabalho reconhecido recentemente. Diego Max é autodidata e vive de música, design e ilustração. Morador icônico de São Paulo, toca seu projeto musical – out track records – em alguns bares da capital e leva sua arte para os pôsteres que anunciam as apresentações. Talvez agora, depois de dar uma olhada mais a fundo em seu trabalho, você seja capaz de identificar alguns deles perdidos pela capital.

diego_max_obras_collage.01_jpg_srz

Assim como grandes nomes da ilustração nacional, como Walter Tierno, Rafael Grampá e Bá & Moon, Diego tem um estilo jovem e inovador com o qual atraiu olhares para suas obras. Resultado disso é capa última edição da Revista da Cultura, que traz um de seus trabalhos em ilustração. É o Brasil mostrando um pouco mais dos seus talentos. Nem só de samba – bom – vivem as terras tupiniquins.

Continue Reading

Xilogravuras de Vinicius Libardoni

13 lampeão

10 cabeca - estudo cinco

A gravura é uma das mais populares e acessíveis técnicas dentro das chamadas artes gráficas, assim como a xilogravura é datada como uma das mais antigas técnicas no ocidente – o método consiste em talhar e desenhar em superfícies como madeira e metal e floresceu na Renascença Germânica. Arquiteto por formação e apaixonado pela técnica, o artista Vinicius Libardoni dedicou-se na experimentação e no aperfeiçoamento da técnica em seu trabalho, que releva uma estética bem característica, não só na identidade de seu traço, mas também na composição de sua narrativa que evidencia o resgate de figuras ícones da cultura popular brasileira, assim como sua paixão por cenários urbanos.

Continue Reading

Ilustrações de Diego Fagundes

df7

df14

Diego Fagundes é um jovem ilustrador brasileiro de muito talento, residente em Florianópolis, é formado em arquitetura e desenvolve um trabalho bastante interessante com o grupo Nimbu, que é voltado para experimentações em arquitetura e arte urbana. Sua arte já ilustrou notórios veículos midiáticos voltados para o mundo da arte emergente, dentre eles a Today in Art e a Juxtapoz Magazine.

Sua temática nasce do conflito entre o traço humano – demasiado humano, hesitante e frágil – e a rigidez imposta pelo espaço e pelo desenho arquitetônico, cada vez mais computadorizado e exigente de precisão. A colisão entre esses mundos faz surgir uma narrativa própria, na qual o espaço oprime, mas o traço é capaz de libertar.

df2
Continue Reading

Suavidade e sentimento na música de Bárbara Eugênia

barbara1

Barbara Eugênia é do Rio de Janeiro e hoje mora em São Paulo, considerada uma das grandes apostas para 2013 trazendo novamente aquele “breguinha” que sua mãe ouvia mas com uma cara nova. Em 2010 Bárbara lançou seu primeiro disco, “Journal de BAD”, uma mistura de músicas melancólicas com batidas bem gostosas que se conecta perfeitamente à voz rouca e suave, sem contar as letras impecáveis. Esse disco da cantora conta com parcerias de Fernando Catatau, Tom Zé, Guizado, Tatá Aeroplano, Edgar Scandurra entre outros nessa mesma sintonia.

941320_357753127658493_1405525208_n

O lançamento mais recente da cantora é o disco “É o que temos”, produzido por Edgar Scandurra e Clayton Martin. O sentimento de doar a alma para a música continua e nesse disco percebemos a singularidade que a cantora traz para essa nova geração de música brasileira.

Clique aqui para acessar o site oficial da cantora.

Brookfield Incorporações recebe inscrições de artistas para pintura de tapumes pelo Brasil

tapu1

Para revelar novos artista plásticos, a Brookfield Incorporações inicia uma nova fase do projeto Urban Gallery, que desde 2010 convida profissionais de todo o mundo para criar obras de arte em tapumes. Essa edição dará oportunidades para artistas que se candidatarem a levar sua arte aos canteiros da empresa. E para começar, o curitibano Rica de Lucca, que enviou seu portfólio à companhia, foi selecionado para expor seu trabalho a milhões de paulistanos. Ele é responsável a pintura nos tapumes do Ca’d’Oro São Paulo, no Baixo Augusta, e o BHD Ibirapuera, no Paraíso.

Os dois painéis, que juntos somam 490 metros de extensão, são uma grande exposição a céu aberto. O tapume no bairro do Paraíso retrata o Parque Ibirapuera, inspirado no graffiti, utilizando spray, pincel e esmalte sintético. Já o do Baixo Augusta, com influências do Cubismo, traz um olhar colorido e tridimensional sobre a cidade de São Paulo com triângulos e formas geométricas.

tapu2

As obras de Lucca marcam o início de uma nova etapa do Urban Gallery, que passará a receber inscrições de artistas de todo o país interessados em levar diversas expressões da arte urbana aos canteiros de obras da Brookfield Incorporações. “Queremos instigar para um novo olhar sobre as cidades, com a visão de artistas que nelas vivem. O projeto propõe o uso inteligente do espaço urbano, levando cultura e entretenimento para a população”, afirma Alexandre Frickmann, superintendente de Marketing da Brookfield Incorporações. Os artistas que quiserem se candidatar a participar do projeto, podem se inscrever pelo email info@brookfield.art.br e enviar seu portfólio.

tapu3

Sobre o Urban Gallery
O projeto tem como objetivo propor um novo olhar sobre as cidades e valorizar o espaço público, transformando tapumes em plataformas para manifestações artísticas. O Urban Gallery já transformou 19 tapumes nas cidades de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Curitiba, Goiânia, Campinas, Belford Roxo (RJ), Niterói (RJ) e Campo Grande em verdadeiras exposições a céu aberto. Além de grafiteiros brasileiros, artistas de regiões como Nova Iorque, Barcelona e Califórnia já vieram ao país para participar do projeto. Desde então, a exposição já somou mais de 6.500 m² de arte. O projeto foi concebido pela Brookfield Incorporações e conta com a parceria da Agência Ginga.

tapu4