MIXTAPE CHRISTMAS INDIE

xmasmix

Nossa mixtape de Natal está no ar! Selecionamos algumas músicas de bandas indies que fizeram músicas temáticas para essa época do ano. Na nossa listinha tem Summer Camp, Hurts, The xx, The Killers, She & Him e vários outros. Aqui no Brasil a gente é obrigado a ouvir todo ano Simone e seu “Então é Natal”, enquanto na gringa várias bandas investem e fazem suas versões de músicas natalinas. Então se você não quer passar o Natal ouvindo Simone, dá o play! E boas festas para todos!

Christmas Indie Mixtape by Felipe Augusto on Mixcloud

Francis Ford Coppola apresenta The Junky’s Christmas: um clássico beat em stop motion

Junky’s Christmas

Suddenly a warm flood pulsed through his veins and broke in his head like a thousand golden speedballs. For Christ’s sake, Danny thought. I must have scored for the immaculate fix! The vegetable serenity of junk settled in his tissues. His face went slack and peaceful, and his head fell forward. Danny the Car Wiper was on the nod.

Francis Ford Coppola produziu em 1993 essa animação em stop motion (claymation) se baseando no conto The Junky’s Christmas do escritor beat William S. Burroughs. O curta foi dirigido por Nick Donkin e McDaniel Melodie, e se inicia com o próprio escritor narrando a história de Danny, um viciado em heróina, que está de volta às ruas no dia de natal, depois de passar 72 horas na cadeia. Apesar de ter sido liberado recentemente, o personagem em abstinência está determinado a trazer alegria a suas veias injetando uma dose de heroína nelas. O conto que parodia A Christmas Carol de Charles Dickens, não está interessado em fazer alusão ao uso de heroína, mas quer nos contar uma história de compensação cósmica. Durante toda a história Danny tenta conseguir ópio se colocando em situações absurdas e patéticas. Depois de executar vários golpes na esperança de conseguir a droga que seu corpo necessita, o personagem finalmente obtém uma pequena quantidade de morfina ao fingir paralisia facial. Porém, quando Danny se tranca em um quarto de hotel para usar sua morfina, ele se depara com um jovem que se contorce com fortes dores de pedra no rim. Então ao invés de injetar a morfina em si mesmo, Danny aplica a droga no jovem. O personagem acredita que vai ter de passar o dia de natal em abstinência, quando de repente, como se por obra divina, sua veias são inundadas por uma sensação de êxtase que vai até sua cabeça e explode como se ele tivesse usado milhares de speedballs (mistura de heroína ou morfina com cocaína ou metanfetamina). Danny, pela lei de compensação cósmica, finalmente fica alto. Ao final da história aprendemos que é disso que se trata o espírito de natal, como pregam os budistas, é preciso dar para receber.

Continue Reading