Seis novas apostas musicais que você precisa conhecer

girlpower

Houve um tempo em que a internet era uma ferramenta mais precisa na difusão de artistas emergentes, há quem sugira que a bloghouse, responsável por catapultar uma centena de novos nomes na música esteja em seus últimos suspiros, em crise ou não, ano a ano aparecem outras centenas de novos nomes tentando um lugar ao sol no avassalador e disputado mercado musical. Nós ainda acreditamos nesse potencial da web 2.0 e em todo caso, listamos seis novas apostas musicais cheias de GIRL POWER para vocês.

Kehlani
kehlani

Natural de Oakland, a jovem Kehlani aponta no cenário do hip hop/ r&b underground como um grande nome para 2015 e se der sorte, para os anos seguintes. Seu álbum ‘You Should Be Here’ já é destaque em blogs especializados pela rede como um dos melhores álbuns do ano até agora.

A revista Billboard não poupou elogios, sua turnê de estréia já está praticamente esgotada e ninguém menos do que Rick Rubin já a adotou como queridinha do momento.

Tkay Maidza
Tkay

Nascida no Zimbábue e naturalizada na Austrália, Takudzwa Victoria Rosa Maidza, conhecida pelo nome de Tkay Maidza tem sido comparada com M.I.A. e Azealia Banks, mas as comparações ficam apenas no fato da garota ser rapper com traços multi-étnicos. Sua música é puro apelo pop, prova disso é que Tkay já performou o hit Fancy juntamente com Charli XcX. A cantora já se apresentou no SXSW 2014, juntamente com outros rappers do mundo todo, incluindo o rapper paulistano Rashid. U-Huh tem tudo pra ser o hit das duas da manhã nas pistas mais descoladas da noite, alguém duvida?


Continue Reading

Melancolia e hedonismo no curta ‘El Ultimo Toque’ de Gabriel N. Andreolli

gab2

Lembra quando falamos do trabalho literário do jovem Gabriel N. Andreolli aqui? Pois é, agora o menino prodígio surge para nos apresentar seu trabalho cinematográfico, sim, além de poeta, ele investe na sétima arte. Estudante de Cinema na Universidad del Cine em Buenos Aires na Argentina, Gabriel produziu um curta-metragem intitulado El Ultimo Toque, nele, podemos concluir que seja lá qual for a plataforma por ele utilizada, terá sempre em seu trabalho a assinatura da essência poética. Simples, honesto, singelo e tocante, o curta mostra com delicadeza o sentimento da ausência, explorando os meandros obscuros da melancolia e do hedonismo, naquele que seria o último toque.

Olho nesse menino!

Documentário mostra a batalha de banda brasileira em NY

Fleeting Circus_Credito_Carolina_Caffé (2)
Foto: Carolina Caffé

O sonho de muitas bandas de rock nacionais é ter a chance de ultrapassar as barreiras geográficas e conquistar o seu lugar ao sol em outro país. Nova York foi o local escolhido para dar os primeiros passos daqueles que seriam conhecidos como “Brooklyn Days”, documentário que conta os obstáculos e vitórias da banda Fleeting Circus em sua primeira turnê internacional. O material foi dividido em três episódios, de cinco minutos cada, e vai ser disponibilizado semanalmente no canal oficial da banda no Youtube.

Na busca de melhores perspectivas para seu trabalho, os músicos brasileiros que arriscam sair do país vão encontrar um local ora diferente e frio, ora acolhedor. Com a Fleeting Circus, foi a segunda opção. Situados em Williamsburg e Bushwick, eles fizeram grandes amizades por lá, entre elas a diretora Carolina Caffé, que comprou a ideia do projeto de um documentário sobre a turnê dos rapazes em terra ianque.

A solução para divulgar o documentário de forma que todos pudessem ter acesso, e assim, aprender com a experiência da banda, foi disponibilizar os vídeos gratuitamente no Youtube. Com linguagem objetiva, o documentário mostra que estar longe de casa não é fácil, porém ao subir no palco, nada mais importa. O formato em três episódios de poucos minutos é uma forma de acompanhar a tendência atual de passar informação rapidamente, sem perder o principal objetivo: produzir música de qualidade.

Fleeting Circus_Credito_Carolina_Caffé (3)
Foto: Carolina Caffé

Primeiro álbum, primeira turnê fora do país e um público totalmente novo. O documentário “Brooklyn Days” surgiu da vontade de registrar esse divisor de águas que a banda estava passando. “Acredito que vivemos uma época muita boa em Nova York, e encontramos uma resposta positiva para nosso trabalho. Nada melhor do que filmar e compartilhar com os fãs essa história tão única”, conta o guitarrista da Fleeting Circus, Felipe Vianna.

Acostumados a lidar com a música de diversas formas, a banda encara o mercado musical de um jeito diferente das bandas nacionais, sempre encontrando uma maneira de trabalhar com música, fosse produzindo trilhas sonoras para novelas, filmes e, até mesmo, como banda ao vivo no show circense do Unicirco Rock Show. De acordo com Felipe, a viagem serviu para “confirmar a concepção de que a Fleeting Circus pode seguir a identidade de uma touring band, apresentando uma música autoral de boa qualidade e com um público interessado em apreciar o material”, analisa.

Da Assessoria

O provocativo mundo rosa de Prue Stent

press01

press1

press2

Fotógrafa australiana, Prue Stent tem se destacado com sua arte fotográfica transgressora e emergente, preocupada com temas em torno das relações entre feminilidade e natureza, procura relacionar essa sincronia entre corpo e o meio ambiente. Sua série Pink explora a beleza feminina usando elementos de cor para levantar questões sobre o padrão de beleza da sociedade; seios, nádegas e lábios são expostos com tinta rosa para ilustrar esses padrões definidos de feminilidade. Suas imagens são vivas e cheio de movimento e questionam a forma como vemos a figura feminina, relacionando-a à fantasias, fábulas e delicadeza.

press3
Continue Reading

Overmixed Mixtape por Thiago Loreto

11051624_10206754236077419_2122358088_n

Yay, já faz algum tempo desde a última mixtape, mas não poderia ser diferente, retornamos com um convidado pra lá de especial, Thiago Loreto, que retorna com uma mixtape fantástica, num mood delicinha. Então arrasta a mobília da sala, pega o seu drink, dá o play e dance como se a vida fosse uma só. Festeje e comemore, porque essa seleção de música que vai de Alt-j a Kanye Wst está deslumbrante e impactante! Vem com a gente.

Overmixed Mixtape

Instalações de arte em papel por Felipe Sepúlveda

felp1

felp2

Quem acompanha o BLCKDMNDS sabe do nosso apreço pelas artes manuais, principalmente as mais minuciosas, é o caso do trabalho do artista chileno Felipe Sepúlvuda, que propõe uma instalação de arte desenvolvida a partir de três superfícies de papel cortadas manualmente (39 x 117 centímetros de cada superfície de papel). Das mesmos silhuetas de papel constrói uma paisagem rural inspirada pela geografia chilena, especificamente as paisagens de beira de estrada que cortam o país. Seu principal interesse por esse projeto é explorar as possibilidades de materiais de papel e a sua bidimensionalidade em condição tridimensional. Usando recursos como luz, sombra e um intenso trabalho manual que envolve o corte de milhares de miniaturas, tenta produzir cenas semelhantes ao original, fornecendo novas perspectivas espaciais e temporais. Simplicidade, originalidade e um trabalho de encher os olhos!

Continue Reading

A arte digital desfragmentada de David Marinos

14548195076_60598492b0_b

14489888600_0b27e18f44_b

Com apenas 16 anos, o jovem e prodigioso artista que reside em Atenas na Grécia, David Marinos, cria uma arte fresca, original e transcendente. Por meio da junção de arte, fotografia digital e mídia o jovem transmite um certo domínio técnico na execução de sua arte, que claramente recebe influencias estéticas do vaporwave. Apesar de novo, o artista passou parte de sua vida transitando entre diversos países, algo que remete no multiculturalismo de sua obra, que também contempla uma narrativa que faz jus ao pós estruturalismo teórico, presente na mistura de elementos anacrônicos e desfragmentados. Centrado no hedonismo da juventude e nos valores efêmeros da estética, Marinos faz uma arte imponente e irreverente ao mesmo tempo sem soar pedante ou clichê, com certeza um nome a se tomar nota.

14569555604_e076ecc2cc_b
Continue Reading

Os efeitos visuais de Aakash Nihalani

aka1

Aakash Nihalani criou uma série de instalações performativas intitulada de Landline, onde barras coloridas passam por indivíduos, conectando-os entre si e funcionando como extensões da paisagem urbana. Os participantes parecem examinar suas próprias entranhas e conexões, criando uma combinação inteligente de arte da parede e apliques nas camisetas. As peças são feitas com fita adesiva, papel colorido, ímãs, plástico corrugado, e muito domínio de ângulos. Ele afirma: “Meu trabalho de rua consiste basicamente em formas retangulares e quadradas. Selecionei lugares onde esse grafismo ganhasse inesperados contornos e uma elegante geometria pela cidade de Nova Iorque”.

aka

aka2
Continue Reading