O balé de corpos contorcidos na fotografia de Evelyn Bencicova

eb1

eb2

Um balé de corpos nus, fotografias conceituais que prestam homenagem à arte clássica, mas também podem ser entendidas como um reflexo da condição humana no melhor da fotografia contemporânea. Ecce Homo, nome do projeto da artista e fotógrafa de Berlim, Evelyn Bencicova, retrata motivos artísticos comuns com origens bíblicas a fim de incluir representações de violência e guerra em sua narrativa envolta em mistério, submetendo o espectador ao questionamento sobre o que realmente aconteceu com esses corpos contorcidos.

eb3
Continue Reading

Fotografando sonhos, um projeto de JeeYoung Lee

lee1

A fotógrafa coreana JeeYoung Lee dedica sua vida a retratar o invisível. Isso mesmo, em um pequeno estúdio – uma sala que não chega a ter 10m², Lee monta sets incríveis e fotografa a si mesma nas mais loucas situações. No pequeno estúdio fotográfico improvisado, ela faz pinturas fantásticas nas paredes, usa móveis diferentes e decoração feita com todo tipo de material e materializa seus anseios mais pessoais, seus medos e desejos sem pudor. Resultado: imagens belíssimas.

lee2

As fotografias são totalmente transformadoras e não possuem qualquer interferência ou retoque digital. Para tanto, ela se dedica (as vezes durante meses) a preparação de cada detalhe do cenário, para depois se incluir na cena. A fotografia, por vezes delicada e outras monstruosa, nos mostra seus anseios artísticos e é um excelente exemplo do surrealismo na fotografia, em contra mão à fotografia convencional.

Lee é formada pela Universidade Hongik, em Seul, Coréia, onde nasceu e aprendeu a fotografar muito cedo. Já é mundialmente reconhecida e ganhadora de prêmios fotográficos. Segundo ela, sua arte fotográfica nasce da sua necessidade de se expressar e se contestar a cada momento.

lee3
Continue Reading

Jardim Dos Sentidos – Em êxtase – por Ary Regis Lima

opção 2

801 (2)

357

Já falamos do trabalho do promissor e prodigioso fotógrafo brasileiro Ary Regis Lima aqui. Apresentamos agora o segundo ato do excelente projeto Jardim dos SentidosEm êxtase – é fruto de um aprofundamento das elucubrações imagéticas do fotógrafo – resultando num trabalho de experimentação híbrida das referências que povoam o seu universo pessoal e suas necessidades de produzir fotografias que estimulem novos parâmetros de percepção da imagem, quebrando com o realismo-naturalista que nos é entregue diariamente através do fluxo imagético. A mitologia aliada à cultura pop em conjunto com a sua própria percepção de arte clássica, tendo como principal referência o trabalho de Boticelli, norteiam uma narrativa ímpar, cheia de contrastes: delicadeza e voracidade, sensualidade e erotismo, ambos ambientados numa atmosfera clássica. Ary consegue mais uma vez dar o tom a uma execução contemporânea excepcional, sem cair no perigo de soar anacrônico, ou na pior das hipóteses – cafona. Sem sombras de dúvida, Ary Regis Lima é um nome a se tomar nota nessa nova fotografia brasileira.

056 - Cópia-Recovered
Continue Reading

A marca do drama e melancolia por Antenor Netto

1 (1)

2

3

Natural de Birigui, interior de São Paulo, Antenor Netto, se mudou para o Rio de Janeiro com 16 anos pra estudar Design de Moda, onde acabou aprimorando seu hobby pela fotografia. A objetividade de suas fotos é destacar o drama e melancolia, em especial do nu artístico. “Pra mim fotografia é um prazer, o prazer deixa você aberto e vulnerável mas também cura suas decepções”.

Continue Reading

Apoteose do corpo por Gustavo Chams

00

01

O fotógrafo de Moda Gustavo Chams – que já apareceu no BLCKDMNDS aqui – possui um currículo recheado de aparições em publicações internacionais como a londrina Design Scene e a argentina BeMAG, e em seu novo editorial explora a apoteose através do corpo humano.

As fotos propõem um questionamento sobre a vulgarização do corpo, apresentando uma nova visão sobre o mesmo. As imagens resgatam a antiguidade clássica e a busca pelo sagrado feminino em rituais que faziam do corpo uma forma de se conectar ao divino. [NSFW]

Continue Reading

As imagens subjetivas e reflexivas de Leandro Santiago

mosca

1920595_293957800752230_1981819484_n

1899694_291505104330833_2054004907_o

Leandro Santiago é um fotógrafo autodidata, pernambucano, apaixonado por artes visuais. Trabalha com fotografia ha dois anos e carrega como influência em seus trabalhos, os movimentos como Surrealismo e Dadaísmo, com traços da Escola Gestalt. Suas obras foram expostas e premiadas no Salão de Artes Visuais do SESC Paraíba em 2013.

Continue Reading

O incrível mundo surreal do fotógrafo Rob Woodcox

9

5

3

2

Rob Woodcox é um fotógrafo estadunidense, natural de Houston – Texas. Suas fotografias surreais remetem um toque fabuloso e contagiante de aventura, inovação e espirito de criança, integrando-as aos elementos da natureza, com facetas únicas e sem limites. Um trabalho bastante criativo e inovador que conquistou grandes premiações, além de participações em entrevistas.

Continue Reading

Obscuridade e melancolia nas fotografias de grENDel ART

6815236574_56806eeaa8_b

7759666302_786fc81da5_b

7929872438_6caa073be7_b

João Martins, também conhecido por Grendel Art, é um fotógrafo auto-didata de Portugal, que vive numa pequena vila chamada Golegã. Seu pseudônimo Grendel, vem do nome do monstro do poema anglo-saxão Beowulf. Tendo como sua maior inspiração a música, assim como outros artistas de imagem, tais quais: Mark Wilkinson, Travis Smith, H.R. Giger, Hugh Syme, etc; seu trabalho fotográfico mistura elementos surreais com um toque sombrio e misterioso resultando em imagens fantásticas, dentro da área sci-fi, realizando diversos trabalhos para bandas nacionais e internacionais, e dizendo-se multifacetado:

“Gosto de explorar várias vertentes dentro desta área. Não gosto de me agarrar muito a um único estilo de imagem como se fosse uma assinatura própria, gosto de variar. Comecei na época das analógicas, depois descobri o mundo da fotografia digital e desde então não parei de criar mundos que captam a minha imaginação. É um processo longo, mas vale a pena.”

Continue Reading