O streetwear seco e agressivo da Drowsy Apparel

drowsy

O cenário da moda alternativa brasileira ainda encontra barreiras para se destacar e construir uma identidade própria marcante. Em um meio que muitas marcas desenvolvem seus produtos e conceitos copiando-os de marcas estrangeiras, o que é original e inusitado chama a atenção. É o caso da indiscreta Drowsy Apparel, comandada desde 2011 pelos amigos Felipe, Fabieli, Maique e Jhonatan, que se definem como “quatro clássicos jovens chatos que não sabem socializar bem” e que se dedicam a demonstrar seus sentimentos e visão das coisas através do que fazem. A intenção da marca é produzir um conteúdo visual exclusivo que desvie das regras comuns, com o objetivo de trazer uma nova alternativa para a cultura de streetwear no Brasil e se tornar uma referência sombria meio à tempestade.

10491186_992821177412446_2459007580411127242_n

drowsyy

A estética da marca é seca e agressiva, e as estampas são simples e assertivas. O desenvolvimento das coleções é feito com base em experiências pessoais (boas e ruins), e as peças buscam referência em coisas incomuns e geralmente “estranhas”, chamando a atenção de pessoas que compartilham do mesmo universo e se sentem pertencentes a uma realidade que foge dos padrões. O resultado final é uma roupa que traz algo novo e fresco para o mercado de moda street e que explora sem medo referências audaciosas, conquistando um público cada vez mais fiel.

“Estamos em evolução constante nos projetos atuais e futuros da marca, trazendo sempre as coisas novas do mundo streetwear, e mostrando a parte suja disso. Não temos intenção de fazer só roupas bonitinhas, e essa é a real identidade e essência da marca que nunca vai mudar. Nosso conteúdo é naturalmente estranho e obscuro, faz parte do que gostamos, do nosso mundo isolado, músicas e filmes tristes. De qualquer forma queremos mostrar que as coisas bonitas não estão apenas na perfeição, mas também nos detalhes que rejeitamos, odiamos ou simplesmente achamos esteticamente feio, mas tudo tem sentido e alguma expressão no final.” diz Felipe Ukhov.

IMG_9312 2
Continue Reading

FashionHunt: Health goth

elliphant-mo

2014 e 2015 foram os anos em que todo mundo que você conhece virou gótico, certo? Se você entra em lojas de departamento de roupas ou tem uma conta no Tumblr já deve ter percebido que essa tendência chegou também nas roupas esportivas. Os góticos acharam um novo jeito de usar as roupas de ginástica com elementos street que deixaram as peças com um visual totalmente novo.

health-goth1

Na verdade as tendências não surgem do nada e é importante entender que alguns contextos socioculturais permitem que elas se alastrem e ganhem popularidade. Atualmente notamos uma maior procura das pessoas por estilos de vida saudáveis, tanto na alimentação como na procura por exercícios físicos, demandando uma crescente atenção do mercado aos itens esportivos, incluindo o de roupas destinadas para a prática dos mesmos.

Roupas de ginástica sempre tiveram uma ligação forte com a moda de rua, e o health goth parece trazer o mundo do esporte a uma cultura que nem sempre aprecia academias cheias e incentivar a prática de exercícios e a preocupação com a saúde. Além disso, é importante lembrar que nem todas as pessoas que praticam exercícios são fãs de roupas neon. O health goth traz, dessa forma, uma paleta composta por preto e branco – imagine aqui marcas que usam paletas monocromáticas, principalmente a Adidas – e materiais como o arrastão em peças ou combinações com mais apelo fashion, juntamente com acessórios anos 90 e batons escuros. O resultado final é um gótico mais minimalista e menos caricato, que remete em alguns aspectos (androginia, uso do preto, modelagem oversized) à moda de alguns estilistas japoneses dos anos 80. O oriente é, inclusive, referência de várias estampas do health goth.

0cb778eac1b0635436ae054789716466

1b57215fbf76044317cafb7831d9cc20

3adfdea25d308da377c6ed8738df1be5
Continue Reading

FashionHunt: Estampa bandana e paisley

1060843

Não é de hoje que a estampa de bandana e a padronagem paisley (aquela estampa em forma de gota/folha de origem persa) têm aparecido na Moda, mas nas últimas coleções de Primavera/Verão 2014 da Louis Vuitton e Outono/Inverno 2014 da Versace os temas continuaram chamando a atenção. Apesar de ser marcante, a estampa, que tem um ar de brechó, é extremamente democrática e se adapta a diversos estilos e aparece no guarda-roupa de rappers a socialites, e resulta em looks interessantes quando misturada a outros desenhos. No Brasil a estampa já chegou até em lojas de departamento, mas apesar de muitas pessoas terem medo de investir em peças que outras pessoas terão iguais, vale lembrar que o paisley é uma padronagem clássica e que inevitavelmente volta às passarelas.

louis-vuitton-2014-spring-summer-collection-15-682x1024

louis-vuitton-spring-2014-accessories-02

Tyga-gold-celine-chain-sunglasses-cl-41019-N3B-BN-Vintage-Frames-Company-Upscalehype-Supreme-red-snakeskin-Rhude-bandana-tee-Shirt-Upscalehype

10lfw-street_143553138852
Continue Reading

A arte subversiva de Niark1

Sebastien Feraut aka Niark1, é um daqueles artistas multifuncionais, de talento múltiplo que designa seu trabalho a várias vertentes da manifestação artística, desde pintura, ilustração até ao grafite. Com um traço singular e bem característico cria uma experiência visual baseado em seu imaginário que tem como referência a escuridão e o mundo cruel, criando uma sensação dúbia e contraditória já que sua obra é repleta de cores.

Continue Reading

FashionHunt: Hot pants

Imatge-videoclip-Bombay-dEl-guincho_ARAIMA20111018_0104_20

Depois da febre das “customizações” em shorts e calças jeans com degradês coloridos, tie dyes e rebites, os shorts curtinhos continuam como aposta certeira para o clima que volta esquentar, dessa vez com menos acessórios.

As hot pants são os shorts curtos e de cós de médio a alto que lembram aqueles das pin-ups, e vão desde materiais justos ao corpo até o jeans com lavagem desgastada e modelos um pouco mais larguinhos. Além disso, a cintura mais alta da peça dá a impressão de pernas mais longas.

100812denimshortshorts

019kaya_wt09wp
Continue Reading

Fotografias de saltos na região do Bronx

Amazing-Stunts-Photographed-by-Chris-Arnade-2-600x375

Amazing-Stunts-Photographed-by-Chris-Arnade-6-600x399

Amazing-Stunts-Photographed-by-Chris-Arnade-5-600x415

Série fotográfica criada por José Garcia e Chris Arnade, moradores na região sul do Bronx, chamado Hunts Point, um dos mais pobres distritos eleitorais do país, onde a pobreza faz com que os moradores lutem pela sobrevivência. Ambos os heróis, juntamente com alguns outros amigos têm o vício de fazer saltos em lugares bem perigosos, tais como caminhões e prédios variados. A dupla resolveu registrar esses saltos em fotografias e criar essa série incrível.

Continue Reading

Everybody Street – Documentário sobre a fotografia de rua de Nova York

everybody-street-hot-docs

Divulgado recentemente o trailer do documentário Everybody Street, com direção da célebre cineasta e fotógrafa Cheryl Dunn. Onde apresenta os pioneiros e mestres da fotografia de rua que documentaram a cidade de Nova York. Registrando a vida urbana e subcultura de uma das cidades mais diversificadas do mundo. O doc apresenta fotógrafos notáveis de diferentes décadas, incluindo Bruce Davidson, Mary Ellen Mark, Jill Freedman, Jeff Mermelstein, Martha Cooper, entre outros. O filme ainda não tem data de lançamento, e está em fase de negociação para a distribuição.

everybodystreet_mini

Acompanhe o Tumblr do documentário para saber mais informações de lançamento.

Fotografias de interseções das ruas de Nova York e Tokyo

Navid Baraty é um fotógrafo americano, nascido e criado na zona rural de Ohio, e sempre foi fascinado pelas interseções das principais cidades do mundo. Com essas imagens de duas das cidades mais agitadas Nova York e Tóquio, nos permite ver as ruas sobre uma nova perspectiva. Para conseguir a foto perfeita, Baraty muitas vezes paira sobre a borda no topo de prédios próximos dos cruzamentos.

Continue Reading