The Weird Love: Série de cartazes que retratam o lado bizarro do amor

198 Flares 198 Flares ×



No pensamento dos Modernos, o grotesco tem um papel imenso. Aí está por toda a parte; de um lado cria o disforme e o horrível; do outro, o cômico e o bufo. Põe em redor da religião mil superstições originais, ao redor da poesia, mil imaginações pitorescas. É ele que semeia, a mancheias, no ar, na água, na terra, no fogo, estas miríades de seres intermediários que encontramos bem vivos nas tradições populares da Idade Média; é ele que faz girar na sombra a ronda pavorosa do sabá, ele ainda que dá a Satã os cornos, os pés de bode, as asas de morcego. (p. 30-31)

O sublime sobre o sublime dificilmente produz um contraste, e tem-se necessidade de descansar de tudo, até do belo. Parece, ao contrário, que o grotesco é um tempo de parada, um termo de comparação, um ponto de partida, de onde nos elevamos para o belo com uma percepção mais fresca e mais excitada. (p. 33)

HUGO, Victor. Do grotesco e do sublime. Prefácio de Cromwell. Trad. Célia Berrettini. São Paulo: Perspectiva, 2 ed., 2002.

The Weird Love é uma série de cartazes feita por Francesco Tortorella, um  designer gráfico italiano. O artista estudou no IED – Istituto Europeo di Design Roma, e atualmente tem atuado como diretor de arte e chefe de pós-produção no MadeOn, um estúdio de cinema e televisão de Roma. Em suas ilustrações digitais, temos figuras grotescas, formas disformes e  monstruosas protagonizando, de maneira alegórica, a condição humana e o amor. A dualidade entre essas figuras grotescas e o sublime do tema retratado, o amor, dão aos cartazes seu tom de ironia e estranhamento. Tudo isso é somado a utilização de cores fortes e quentes,  o claro e o escuro, e a inclusão de frases  que acentuam o tom irônico dado ao trabalho.







 

Para ver mais trabalhos do artista, acesse seu behance.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LNRD

Leonardo Brancaglion

Comments on Facebook