Um retrato da periferia de Hong Kong por Jonathan van Smit

van01

van1

van02

Quem vê imagens glamurosas da ilha de Hong Kong replicadas pela internet não imaginaria um retrato tão cru e real dessa sedutora cidade asiática. Considerada o centro financeiro do continente e uma das cidades mais ricas do mundo, ela esconde por trás de seus edifícios luminosos de luxo e dos carros caros, um lado sombrio, verdadeiro e subversivo, um lado que o fotógrafo neozelandês Jonathan van Smit, captou e registrou através da série intitulada ‘Real Lives’, onde evidencia o poder que o capitalismo tem sobre as multidões que vivem nas sombras de belas torres familiares, segregados no bairro periférico de Kowloon, uma região onde pobreza, criminalidade, condições de habitação marginais, uso de drogas e sexo dominam a paisagem. Seu trabalho tem sido descrito como “um retrato cru, às vezes chocante, mas nunca sensacionalista. Cheio de tédio, tristeza, solidão e abandono “.

van2

van03

van3

van04

van4

van05

van5

van06

van07

van7

van08

van8

van9

van10

van11

van12

van13

van14

Para ver mais do trabalho do artista, visite sua página aqui.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LNUS

Felipe Pedroso, é historiador, curador, pós-graduado em História, Arte e Cultura e especialista em Museografia e Patrimônio Cultural, dentre seus trabalhos, foi colunista web da Revista Trip e TPM e atualmente coordena o núcleo cultural do maior museu histórico a céu aberto do Brasil.

Comments on Facebook